Cola na gente

Cinema

“Demon” último filme de Marcin Wrona tem estreia marcada para os Cinemas brasileiros

Demon último filme de Marcin Wrona tem estreia marcada para os Cinemas brasileiros

DEMON, último filme de Marcin Wrona, que faleceu tragicamente durante o Gdynia Film Festival, onde iria à estreia polonesa de sua obra, chega aos cinemas brasileiros no dia 12 de maio.

“Piotr e Zaneta recebem de presente de casamento uma terra para construírem sua casa. Durante a preparação do solo, o noivo descobre ossos humanos. Esta será a primeira de uma série de acontecimentos bizarros que culminará com um violento espírito invadindo o casamento. Uma interpretação do mito judaico dybbuk, com uma magnífica trilha sonora composta por Krzysztof Penderecki (O Exorcista / O Iluminado). Exibido no Festival de Toronto e premiado como Melhor Horror no Fantastic Fest.”

No elenco estão Itay Tiran, Agnieszka Zulewska, Tomasz Schuchardt, Andrzej Grabowski, Adam Woronowicz, Wlodzimierz Press, Tomasz Zietek, Katarzyna Gniewkowska


“O que é mais importante para mim neste filme é o conto da espiritualidade, que hoje é muito difícil de acessar ou que já mudou completamente sua forma. O que tentamos alcançar neste filme era que os convidados do casamento fossem confrontados por algo sobrenatural. Eles não sabem como agir com isso ou como se comunicar. Usamos horror grotesco no nosso filme, mas o nosso objetivo não era para copiar filmes de terror japoneses ou espanhóis ou americanos, eles têm seus próprios demônios, queríamos usar o nosso.

O DEMON do título foi escolhido deliberadamente também. Na verdade, para nós significa o dybbuk, não o demônio. Mas desde que o último é um pouco esquecido nos dias de hoje, decidimos usar uma palavra contemporânea que a maioria de nossos convidados do casamento usaria. Dybbuk foi muito presente na Polônia, quando a comunidade judaica aqui ainda era muito numerosa. Uma vez que eles deixaram a terra, o dybbuk também se foi. Demônio é diferente do dybbuk.


Dybbuk não tem que ser assustador. É uma alma retornando, que não retorna para assustar, mas sim para nos lembrar do respeito pela tradição. E isso é o que estávamos tentando alcançar com o nosso filme. Eu não queria de forma alguma que o filme fosse sobre o Holocausto. Eu queria tocar o aspecto místico da vida judaica-polonesa e, portanto, a idéia de lançar um ator israelense em nosso filme.”, declarou o cineasta Marcin Wrona.

BIOGRAFIA DO DIRETOR
Marcin Wrona nasceu em Tarnów, Polônia, e estudou cinema na Universidade Jagiellonian em Kraków. Ganhou múltiplos prêmios por seu curta de estreia Magnet Man (2001). Dirigiu longas para a televisão, assim como os longas-metragens para cinema My Flesh, My Blood (2009) e The Christening (2010), que foi exibido em Toronto. Demon (2015) é seu último filme e foi premiado no Fantastic Fest (Melhor Horror) e SITGES (Melhor Fotografia). Faleceu em 2015.

FILMOGRAFIA DO DIRETOR
Magnet Man (curta-metragem – 2001) / The Parasite (Longa para TV – 2003) / Telefono (curta- metragem – 2004) / Skaza (Longa para TV – 2005) / Kolekcja (Longa para TV – 2006) / My Flesh, My Blood (2009) / O Batismo (2010) / Demon (2015).

Noivo possuído em Demon estraga festa de casamento no último filme de Marcin Wrona
Advertisement
Clique para comentar

Cinema

Família luta para sobreviver em “Destruição Final – O Último Refúgio” | Trailer Legendado

Em Destruição Final – O Último Refúgio, uma família luta para sobreviver enquanto um cometa segue em direção à Terra. John Garrity (Gerard Butler), sua esposa Allison (Morena Baccarin) e seu jovem filho Nathan (Roger Dale Floyd) fazem uma perigosa jornada à procura de um local seguro para se estabelecerem. Nessa jornada, eles enfrentarão o pior da humanidade em um momento de crescimento do pânico em um cenário onde a lei não mais existe.

Dirigido por Ric Roman Waugh (Invasão ao Serviço Secreto) e roteiro de Chris Sparling (Enterrado Vivo).

Família luta para sobreviver em Destruição Final - O Último Refúgio | Trailer Legendado

Continue Lendo

Cinema

Bruce Campbell fala sobre “Evil Dead Rise” e sua nova protagonista

É inquestionável que Bruce Campbell é o grande nome de toda a franquia Evil Dead – A Morte do Demônio, por personificar o icônico Ash, agora ele volta à saga mas apenas como produtor do novo filme “Evil Dead Rise” do diretor Lee Cronin (The Hole in the Ground).

Hoje Campbell revelou informações importantes ao al.com, inclusive que a protagonista Mia do remake de 2013, interpretada pela atriz Jane Levy, não retorna ao novo filme.

“Vamos ter uma heroína, uma mulher no comando, e ela vai tentar salvar sua família. Estamos quase lá… estamos apenas tentando encontrar a pretendente correta… Olha, este é outro filme de ‘Evil Dead’ e aquele livro [Necronomicon] se espalha, muitas pessoas se deparam com ele e isso leva à outra história. A chave principal de Evil Dead é que eles são apenas pessoas normais que estão lutando contra o que parece ser um mal incontrolável, e é daí que vem o terror. Não é sobre alguém habilidoso. Eles [demônios] não estão lutando contra um soldado. Eles não estão lutando contra um cientista. Eles não estão lutando com ninguém mais do que seu vizinho comum. Neste vai ser algo parecido.”

Continue Lendo

Trilha do Medo no Facebook

As Melhores Trilhas Sonoras de filmes de Terror

Ouça nossa playlist de filmes de terror / séries no Spotify com um montão de trilhas sonoras:

Hype do momento