Cola na gente

Cinema

Os 75 melhores filmes de terror de todos os tempos

Os melhores filmes de terror de todos os temposEstes são os melhores filmes de terror de acordo com o site rottentomatoes.com. A lista é organizada de acordo com a contagem de votos dos usuários do site.

Um Lobisomem Americano em Londres (1981)
“An American Werewolf in London”

“David Kessler (David Naughton) e Jack Goodman (Griffin Dunne) são colegas de colégio, que viajam a fim de conhecer a Inglaterra. Pedindo carona nas estradas, eles chegam a uma pequena cidade. Lá vão a um bar, sendo friamente recepcionados pelos moradores locais. A situação piora ainda mais quando Jack pergunta o porquê do local ter velas e um pentágono na parede. Ao deixar o local, eles caminham por uma estrada deserta e enevoada. Logo percebem que um animal está cercando-os. Jack é então atacado por um enorme lobisomem, tendo seu corpo dilacerado. David foge, mas também é atacado. Ele fica apenas com cortes no rosto e nos ombros, o suficiente para que se transforme em um lobisomem.”
Direção e roteiro por: John Landis
Elenco: David Naughton, Griffin Dunne, Jenny Agutter, John Woodvine

Invocação do Mal (2013)
“The Conjuring”

“Baseado em uma história real. Um casal (Ron Livinston e Lili Taylor) muda para uma casa nova com suas cinco filhas. Estranhos acontecimentos começam a assustar as crianças, o pai e, principalmente, a mãe. Preocupada ela decide procurar um famoso casal de investigadores paranormais (Patrick Wilson e Vera Farmiga), eles descobrem que algo muito poderoso e maligno reside ali. Agora, precisam descobrir o que é e o porquê daquilo tudo acontecendo com os membros daquela família. É quando o passado começa a revelar uma entidade demoníaca querendo continuar sua trajetória de maldades.”
Direção: James Wan
Roteiro: Chad Hayes, Carey Hayes
Elenco: Vera Farmiga, Patrick Wilson, Ron Livingston, Lili Taylor

Extermínio (2002)
“28 Days Later…”

“Ecologistas invadem um laboratório a fim de libertar macacos cobaias. Mas junto com os animais eles libertam um vírus experimental chamado RAGE, que os infecta e se espalha com rapidez. 28 dias depois da contaminação, um homem acorda desmemoriado em um hospital completamente abandonado e a cidade deserta, dando início à sua jornada pela sobrevivência.”
Direção: Danny Boyle
Roteiro: Alex Garland
Elenco: Cillian Murphy, Naomie Harris, Megan Queimaduras, Brendan Gleeson

O Gato Preto (1934)
“The Black Cat”

“Após um acidente, um casal recebe a hospitalidade de um morador local, que vive sozinho em um enorme castelo. Não demora para que ambos percebam que aceitar o convite não foi uma boa idéia, pois o anfitrião é um adorador do demônio e pretende utiliza-los, em especial a esposa, em seus rituais macabros.”
Direção: Edgar G. Ulmer
Roteiro: Edgar Allan Poe (história), Peter Ruric, Edgar G. Ulmer, Peter Ruric
Elenco: Boris Karloff , Bela Lugosi , Jacqueline Wells , David Manners

Louca Obsessão (1990)
“Misery”

“O famoso escritor Paul Sheldon (James Caan) sofre um acidente de carro e é socorrido pela enfermeira Annie (Kathy Bates), que afirma ser sua fã número um. Ela o leva para sua isolada casa e cuida de sua saúde, mas um dia acaba tendo acesso aos originais do próximo livro do escritor e descobre que sua personagem predileta será morta. Essa revelação faz com que sua personalidade doentia se revele e Sheldon se vê à mercê das loucuras da admiradora.”
Direção: Rob Reiner
Roteiro: Stephen King (livro), William Goldman
Elenco: Kathy Bates, James Caan, Richard Farnsworth, Frances Sternhagen

O Solar Maldito (1960)
“House of Usher”

“Philip Winthrop viaja até a Casa dos Usher, uma desolada mansão circundada por um pântano, para se encontrar com a noiva Madeline Usher que conhecera em Boston. Madeline é irmã de Roderick que se opõe ao relacionamento dos dois, alegando que a família é possuidora de uma maldição sanguínea que leva todos os membros à loucura. Philip não se conforma e quer que Madeline vá embora com ele mas o amor dos dois está condenado.”
Direção: Roger Corman
Roteiro: Edgar Allan Poe (história), Richard Matheson
Elenco: Mark Damon, Myrna Fahey, Harry Ellerbe, Bill Borzage

A Hora do Espanto (1985)
“Fright Night”

“Para o jovem Charley Webster, nada poderia ser melhor que um velho filme de terror bem tarde da noite. Assim, quando novos moradores ocupam a casa vizinha a experiência de Charley, não deixa nenhuma dúvida de que o comportamento estranho dos novos vizinhos é explicado pelo fato de eles serem vampiros. Charley, pede ajuda a Peter Vincent, o apresentador do programa de terror preferido de Charley, mas acontece que Peter, além de covarde, não acredita em vampiros e está neste negócio apenas por dinheiro. Além disto, ele está correndo o risco de passar por louco ao dizer que seus vizinhos são vampiros e, para piorar tudo de vez, a mãe de Charley, faz algo que deixa o filho apavorado: ela fica encantada com Jerry Dandrige, um dos vampiros, e o convida para entrar na casa dela.”
Direção e roteiro: Tom Holland
Elenco: Chris Sarandon, Roddy McDowall, William Ragsdale, Amanda Bearse

O Pássaro das Plumas de Cristal (1970)
“L’uccello dalle piume di cristallo”

“Sam Dalmas (Tony Musante) é um escritor norte-americano que vive em Roma. Uma noite ele testemunha uma tentativa de assassinato, cometida por um misterioso homem vestido de preto. A vítima sobrevive, mas como a polícia não consegue descobrir quem é o serial killer, Sam decide investigar por conta própria.”
Direção e roteiro: Dario Argento
Elenco:  Tony Musante, Suzy Kendall, Eva Renzi, Mario Adorf

A Hora da Zona Morta (1983)
“The Dead Zone”

“Johnny Smith (Christopher Walken) é um professor de literatura que estava prestes a se casar quando sofre um acidente de carro e fica cinco anos em coma. Ao recobrar a consciência, descobre que perdeu sua carreira e Sarah Bracknell (Brooke Adams), sua noiva, mas em compensação ganhou poderes paranormais que o permitem prever o futuro. Assim, ele tem o poder de alterar o curso dos acontecimentos e este é o seu dilema: interferir ou sofrer sozinho, sabendo das tragédias que estão por acontecer.”
Direção: David Cronenberg
Roteiro: Jeffrey Boam, Stephen King (livro)
Elenco: Christopher Walken, Brooke Adams, Tom Skerritt, Herbert Lom

A Bruxa de Blair (1999)
“The Blair Witch Project”

“Três estudantes de cinema embrenham-se nas matas do estado de Maryland para fazer um documentário sobre a lenda da bruxa de Blair e desaparecem misteriosamente. Um ano depois, uma sacola cheia de rolos de filmes e fitas de vídeo é encontrada na mata. As imagens registradas pelo trio dão algumas pistas sobre seu macabro destino.”
Direção e roteiro: Daniel Myrick, Eduardo Sánchez
Elenco: Bob Griffin, Mark Mason, Heather Donahue, Michael C. Williams

Deixe-me Entrar (2010)
“Let Me In”

Owen (Kodi Smit-McPhee) é um garoto solitário, que vive com a mãe e é sempre sofre bullying dos valentões da escola. Um dia ele conhece, perto de sua casa, Abby (Chloe Moretz). Sempre nas sombras, ela aos poucos se aproxima de Owen e logo se tornam amigos. Só que Abby possui um segredo: ela é muito mais velha que sua aparência indica e necessita de sangue para sobreviver. Para consegui-lo, seu acompanhante (Richard Jenkins) realiza assassinatos na surdina, de forma a retirar o sangue das vítimas e levá-lo para Abby.
Direção: Matt Reeves
Roteiro: John Ajvide Lindqvist
Elenco: Kodi Smit-McPhee , Chloe Grace Moretz , Richard Jenkins , Cara Buono

Ataque ao Prédio (2011)
“Attack the Block”

Sam (Jodie Whittaker) estava prestes a ser assaltada quando uma bola de fogo cai do céu e destrói um carro. Assustada, ela foge do local e se depara com um ser estranho, que surge dos destroços e ataca Moses (John Boyega), o líder de uma gangue local de adolescentes. Para se vingar, Moses e seu bando matam a criatura e a levam para o edifício que eles usam como quartel general, chefiado pelo cruel gangstêr Hi-Hatz (Jumayn Hunter). Mais tarde, quando Sam está ajudando os policiais na busca dos bandidos que tentaram assaltá-la, luzes estranhas surgem no céu, anunciando a chegada de um segundo ataque alienígena. Sem ter para onde fugir, Sam se une a Moses e toda a gangue para salvar suas vidas e proteger o prédio onde vivem.
Direção e roteiro: Joe Cornish
Elenco: John Boyega , Jodie Whittaker , Alex Esmail , Franz Drameh

O Exorcista (1973)
“The Exorcist”

Em Georgetown, Washington, uma atriz vai gradativamente tomando consciência que a sua filha de doze anos está tendo um comportamento completamente assustador. Deste modo, ela pede ajuda a um padre, que também é um psiquiatra, e este chega a conclusão de que a garota está possuída pelo demônio. Ele solicita então a ajuda de um segundo sacerdote, especialista em exorcismo, para tentar livrar a menina desta terrível possessão.
Direção: William Friedkin
Roteiro: William Peter Blatty
Elenco: Linda Blair , Ellen Burstyn , Max von Sydow , Jason Miller

O Fantasma da Ópera (1925)
“The Phantom of the Opera”

Na majestosa Ópera de Paris, um fantasma que vive nas catacumbas do teatro se apaixona pela famosa cantora lírica, Carlotta (Mary Fabian). Ele tem ciúmes dela com outro homem e quer que ela desista do seu papel de Marguerite, em Fausto. Ela vai para incursões no submundo do teatro acompanhada pelo misterioso homem. Depois ele choca Carlotta quando tira sua máscara, e revela seu rosto assustador pela primeira vez.
Direção: Rupert Julian , Edward Sedgwick
Roteiro: Gaston Leroux (livro)
Elenco: Lon Chaney , Mary Philbin , Norman Kerry , Gibson Gowland

O Homem de Palha (1973)
“The Wicker Man”

O policial Neil Howie (Edward Woodward) chega à ilha de Summerisle, na Escócia, para investigar o desaparecimento de uma jovem. Logo ele descobre que os habitantes não estão nem um pouco dispostos a colaborar. A tensão e o mistério aumentam ainda mais quando ele conhece o Lord Summerisle (Christopher Lee), um poderoso fazendeiro que lidera uma estranha seita pagã.
Direção: Robin Hardy
Roteiro: Anthony Shaffer
Elenco: Edward Woodward , Britt Ekland , Diane Cilento , Ingrid Pitt

A Espinha do Diabo (2001)
“El espinazo del diablo”

Aos 12 anos de idade, durante a Guerra Civil Espanhola, Carlos (Fernando Tielve) é abandonado no decadente orfanato de Santa Lúcia, que é dirigido pela aleijada Carmen (Marisa Paredes) e pelo misterioso professor Casares (Federico Luppi). Além de ser recebido com hostilidade e violência pelas outras crianças e pelo cruel funcionário Jacinto (Eduardo Noriega), as escuras dependências da nova casa representam horror e mistério para o garoto. Até que ele recebe a visita do fantasma de Santi (Junio Valverde), um menino que foi brutalmente assassinado na instituição que implora alívio para seu tormento e, mais tarde, alerta para a iminência de uma desgraça. Por fim, o espírito pede a Carlos que execute uma terrível vingança.
Direção: Guillermo del Toro
Roteiro: Guillermo del Toro, Antonio Trashorras, David Muñoz
Elenco: Frederico Luppi , Eduardo Noriega , Marisa Paredes , Fernando Tielve

O Massacre da Serra Elétrica (1974)
“The Texas Chain Saw Massacre”

Em 1973, a polícia texana deu como encerrado o caso de um terrível massacre de 33 pessoas provocado por um homem que usava uma máscara feita de pele humana. Nos anos que se seguiram os policiais foram acusados de fazer uma péssima investigação e de terem matado o cara errado. Só que dessa vez, o único sobrevivente do massacre vai contar em detalhes o que realmente aconteceu na deserta estrada do Texas, quando ela e mais 4 amigos estavam indo visitar o seu avô.
Direção: Tobe Hooper
Roteiro: Kim Henkel, Tobe Hooper
Elenco: Gunnar Hansen , Marilyn Burns , Allen Danziger , Teri McMinn

A Múmia (1932)
“The Mummy”

Em 1921, uma equipe de arqueologistas no Egito liderados por Sir Joseph Whemple (Arthur Byron) descobre a múmia do príncipe Imhotep (Boris Karloff), que vivera há 3.700 anos e que, por ter cometido um sacrilégio, teve como castigo ser enterrado vivo. Também foram encontrados manuscritos que tinham o poder de fazer os mortos ressuscitarem. Uma noite um dos membros da expedição lê os manuscritos e traz o príncipe de volta à vida. Após dez anos, Sir Joseph retorna com seu filho Frank (David Manners). Eles ignoram que Imhotep agora existe e se faz passar por Ardath Bay, um egípcio contemporâneo que ajuda a expedição que descobre a tumba do seu milenar amor, uma princesa que reencarnou em Helen Grosvenor (Zita Johann), uma bela e jovem mulher.
Direção: Karl Freund , Karl W. Freund
Roteiro: Nina Wilcox Putnam, Richard Schayer, John L. Balderston
Elenco: Kathleen Byron , Boris Karloff , Zita Johann , David Manners

A Mosca (1986)
“The Fly”

O cientista Seth Brundle (Jeff Goldblum) monta uma máquina de teletransporte de matéria e ao testa-la não percebe que uma mosca entrou na câmara junto com ele. Quando se dá a reintegração, o DNA de Seth funde com o do inseto, dando início a uma perigosa mutação genética. A transformação é testemunhada pela jornalista Veronica Quaife (Geena Davis).
Direção: David Cronenberg
Roteiro: George Langelaan, Charles Edward Pogue, David Cronenberg
Elenco: Jeff Goldblum , Geena Davis , John Getz , Joy Boushel

O Médico e o Monstro (1931)
“Dr. Jekyll and Mr. Hyde

Henry Jekyll (Fredric March) é um membro muito respeitado na sociedade londrina, pois é médico, cientista e acadêmico. Além disso, ele é noivo de Muriel Carew (Rose Hobart), a filha de um general. Ele acredita que cada homem possui dois lados – um bom e um mau – e que eles podem ser separados, de modo que o lado mau possa ser controlado e o bom possa viver livremente. Assim, ele pretende criar homens melhores para a sociedade. Para não prejudicar a vida de ninguém, ele testa em si mesmo a poção que desenvolveu e liberta seu lado mau, o Sr. Hyde, um monstro que comete crimes horríveis. Quando Hyde aterroriza a jovem Ivy Pearson (Miriam Hopkins), Jekyll percebe o que está acontecendo e decide parar o experimento. O que ele não sabe é que, mesmo sem o medicamento, Hyde pode não sumir de sua vida.
Direção: Rouben Mamoulian
Roteiro: Samuel Hoffenstein, Percy Heath, Robert Louis Stevenson
Elenco: Fredric March , Miriam Hopkins , Rose Hobart , Holmes Herbert

A Hora dos Mortos-Vivos (1985)
“Re-Animator”

Ao estilo Frankenstein, Herbert West (Jeffrey Combs) é um estudante de medicina que desenvolveu um reagente capaz de reanimar criaturas mortas. Ao lado de seu colega de quarto, Dan Cain (Bruce Abbott), West precisa de corpos frescos para continuar suas experiências mórbida. Porém, seu professor, doutor Carl Hill (David Gale), tem planos de conseguir os créditos da descoberta só para ele… Isso se conseguir manter a cabeça sobre o corpo até o final do filme.
Direção: Stuart Gordon
Roteiro: H.P. Lovecraft (história “Herbert West, Re-Animator”), Dennis Paoli, William Norris, Stuart Gordon
Elenco: Jeffrey Combs , Bruce Abbott , Barbara Crampton , Robert Sampson

A Hora do Pesadelo (1984)
“A Nightmare on Elm Street”

Um grupo de adolescentes tem pesadelos horríveis, onde são atacados por um homem deformado com garras de aço. Ele apenas aparece durante o sono e, para escapar, é preciso acordar. Os crimes vão ocorrendo seguidamente, até que se descobre que o ser misterioso é na verdade Freddy Krueger, um homem que molestou crianças na rua Elm e que foi queimado vivo pela vizinhança. Agora Krueger, pode retornar para se vingar daqueles que o mataram, através do sono.
Direção e roteiro: Wes Craven
Elenco: Robert Englund , Heather Langenkamp , John Saxon , Ronee Blakely

O Vampiro da Noite (1958)
“Dracula”

Jonnathan Harker morre aparentemente vítima de um vampiro. Ao investigar a misteriosa morte do amigo, Van Helsing encontra um diário que incrimina o Conde Drácula. Mas Lucy, a prometida de Harker, também foi atacada por um vampiro. O irmão e a cunhada da moça se unem a Van Helsing para capturar a sanguinária criatura.
Direção: Terence Fisher
Roteiro: Bram Stoker (livro), Jimmy Sangster
Elenco: Peter Cushing , Christopher Lee , Melissa Stribling , Michael Gough

Prelúdio Para Matar (1975)
“Profondo rosso”

Uma testemunha de um assassinato se une a um repórter para encontrar o criminoso. Enquanto isso, ocorrem mais crimes e eles percebem que, na verdade, é o assassino que está lhes acompanhando.
Direção: Dario Argento
Roteiro: Dario Argento, Bernardino Zapponi
Elenco: David Hemmings , Daria Nicolodi , Gabriele Lavia , Clara Calamai

A Morta-Viva (1943)
“I Walked with a Zombie”

Uma enfermeira contratada para cuidar da esposa de um grande fazendeiro que vive nas Índias Ocidentais se envolve com os dramas da família e passa a suspeitar que sua paciente possa ser um zumbi, uma “morta-viva”.
Direção: Jacques Tourneur
Roteiro: Curt Siodmak, Ardel Wray, Inez Wallace
Elenco: James Ellison , Frances Dee , Tom Conway , Edith Barrett

Eraserhead (1977)

Henry Spencer tenta sobreviver da indústria de vírus, de sua raivosa namorada e dos gritos de seu filho, um bebê mutante.
Direção e roteiro: David Lynch
Elenco: John Nance , Charlotte Stewart , Allan Joseph , Jeanne Bates

Zumbilândia (2009)
“Zombieland”

Misto de terror e comédia, o longa mostra a história de alguns sobreviventes que tentam sobreviver em um mundo infestado de zumbis sedentos de sangue. Columbus (Jesse Eisenberg) costuma fugir de tudo aquilo que o assusta. Tallahassee (Woody Harrelson) não tem medo de nada. No mundo repleto de zumbis, os dois são a dupla perfeita de sobreviventes. Mas agora eles vão ter de se encarar.
Direção: Ruben Fleischer
Roteiro: Rhett Reese, Paul Wernick
Elenco: Woody Harrelson , Jesse Eisenberg , Emma Stone , Abigail Breslin

Drácula (1931)
“Dracula”

O agente imobiliário Renfield (Dwight Frye) viaja até os Montes Cárpatos, no interior da Europa, para visitar o recluso Conde Drácula (Bela Lugosi), que pretende adquirir propriedades na Inglaterra. Drácula é um vampiro imortal e vive num castelo sombrio com suas esposas mortas-vivas. O conde vampiriza Renfield e o transforma em escravo, partindo rumo à Inglaterra para fazer novas vítimas. Somente o estudioso Van Helsing (Edward Van Sloan) tem conhecimento suficiente para combater a ameaça sobrenatural.
O filme que lançou o húngaro Bela Lugosi no cinema mundial, transformando-o num mito dos filmes de horror e suspense dos anos 30, 40 e 50.
Um filme sem trilha sonora (já que na época não existia isso em filmes), mas que no ano de 1999 foi criada por Philip Glass uma estupenda trilha sonora pra este maravilhoso classico.
Direção: Tod Browning
Roteiro: Bram Stoker, Hamilton Deane, John L. Balderston, Garrett Fort
Elenco: Garrett Fort , Bela Lugosi , Helen Chandler , David Manners

A Casa dos Maus Espíritos (1959)
“House on Haunted Hill”

Frederick Loren, é um milionário que oferece 10 mil dólares para um grupo de pessoas se elas concordarem em passar uma noite numa sinistra casa – supostamente cheia de fantasmas de pessoas assassinadas no local.
Direção: William Castle
Roteiro: Robb White
Elenco: Annabelle Ohmart , Vincent Price , Carol Ohmart , Alan Marshal

Todo Mundo Quase Morto (2004)
“Shaun of the Dead”

Winchester. Shaun (Simon Pegg) trabalha como vendedor e divide uma casa com Ed (Nick Frost), seu melhor amigo, e Pete (Peter Serafinowicz). Ele costuma ir sempre ao pub local, mas Liz (Kate Ashfield), sua namorada, está cansada de lá. Além disto ela sempre reclama que ele não se separa de Ed, apesar de suas piadas bobas e seu desinteresse em fazer algo útil. Para resolver a questão Shaun aceita marcar um encontro com Liz em outro restaurante, mas se esquece de fazer a reserva. Irritada, ela decide terminar com ele. Shaun, arrasado, se embebeda no seu pub predileto ao lado de Ed, sem notar que as pessoas à sua volta estão se tornando zumbis, devido a um estranho fenômeno.
Direção: Edgar Wright
Roteiro: Simon Pegg, Edgar Wright
Elenco: Simon Pegg, Rob Brydon , Julia Davis , Mark Gatiss , Matt Lucas

Carrie, a Estranha (1976)
“Carrie”

Carry White, é uma jovem que não faz amigos em virtude de morar em quase total isolamento com Margareth, sua mãe, que é uma pregadora religiosa que se torna cada vez mais ensandecida. Carrie, foi menosprezada pelas colegas, pois ao tomar banho achava que estava morrendo, quando na verdade estava tendo sua primeira menstruação. Uma professora fica espantada pela sua falta de informação e Sue Snell, uma das alunas que zombaram dela, fica arrependida e pede a Tommy Ross, seu namorado e um aluno muito popular, para que convide Carrie, para um baile no colégio. Mas Chris Hargenson, uma aluna que foi proibida de ir à festa, prepara uma terrível armadilha que deixa Carrie, ridicularizada em público, mas ninguém imagina os poderes paranormais que a jovem possui e muito menos a sua capacidade de vingança quando está repleta de ódio.
Direção: Brian DePalma
Roteiro: Stephen King (romance), Lawrence D. Cohen
Elenco: P. J. Soles , Sissy Spacek , Piper Laurie , John Travolta

Zombie – O Despertar dos Mortos (1978)
“Dawn of the Dead”

Os mortos estão retornando a vida e atacando os vivos. Quatro sobreviventes do ataque escondem-se em um shopping abandonado e planejam contra-atacar. No entanto, milhares de mortos-vivos descobrem o esconderijo e iniciam um novo massacre, contaminando alguns sobreviventes que retornam como zumbis e somam-se ao exército de abomináveis criaturas.
Direção: George A. Romero
Elenco: David Emge , Ken Foree , Scott Reiniger , Gaylen Ross

O Iluminado (1980)
“The Shining”

Durante o inverno, um homem, é contratado para ficar como vigia em um hotel no Colorado, e vai para lá com a mulher e seu filho. Porém, o contínuo isolamento começa a lhe causar problemas mentais sérios e ele vai se tornado cada vez mais agressivo e perigoso, ao mesmo tempo que seu filho passa a ter visões de acontecimentos ocorridos no passado, que também foram causados pelo isolamento excessivo.
Direção: Stanley Kubrick
Roteiro: Stephen King (romance), Stanley Kubrick, Diane Johnson
Elenco: Jack Nicholson , Shelley Duvall , Danny Lloyd , Scatman Crothers

As 7 Máscaras da Morte (1973)
“Theatre of Blood”

Um ator fracassado planeja sua vingança contra os críticos de arte, responsáveis por críticas severas sobre sua interpretação. Horror, comédia e trama Shakespeariana, misturam-se para compor uma história eletrizante e intensa. As espetaculares mortes foram inspiradas pelo poeta Bardo. Além do consagrado Vincent Price, o elenco é formado por excelentes atores do teatro americano: Diana Rigg, Ian Hendry e Peter Thornton.
Direção: Jim Clark , Douglas Hickox
Elenco: Vincent Price , Diana Rigg , Ian Hendry , Milo O’Shea

O Chamado (1998)
“Ringu”

Após a morte de Tomoko Oishi, uma repórter ouve histórias de um vídeo que mata quem o vê uma semana exatamente após assisti-lo. No início não dá importância aos rumores, mas ao descobrir que um amigo de Tomoko, que assistiu o vídeo, morreu exatamente uma semana depois ela começa a investigar. Após ver a fita estranhas coisas começam a acontecer e, assim, pede ajuda ao seu ex-marido, Ryuji Takayama, para tentar deter o relógio da morte, que começou a fazer tique-taque uma vez mais. Além disto ela toma conhecimento da existência de Sadako, filha de uma famosa para-psicóloga submetida décadas antes a vários experimentos. Quando Yoichi, seu pequeno filho, assiste ao conteúdo da fita isto a lança em uma corrida contra o tempo para encontrar um meio de combater a sinistra maldição, que se manifestará em sete dias.
Direção: Hideo Nakata
Roteiro: Hiroshi Takahashi, Kôji Suzuki (livro)
Elenco: Nanako Matsushima , Miki Nakatani , Hiroyuki Sanada , Yuko Takeuchi

A Aldeia dos Amaldiçoados (1960)
“Village of the Damned”

Em uma pequena cidade da Inglaterra todas as pessoas, de forma inexplicável, desmaiam por algumas horas. Dois meses depois do acontecido todas as mulheres com possibilidade de ter filhos ficam grávidas. Quando as crianças nascem elas se revelam extremamente inteligentes e com traços desconhecidos da raça humana, sugerindo serem alienígenas.
Direção: Wolf Rilla
Roteiro: Wolf Rilla, Ronald Kinnoch, Stirling Silliphant
Elenco: George Sanders , Barbara Shelley , Martin Stephens , Laurence Naismith

Martin (1976)

Martin, um rapaz retraído e confuso, muda-se para a casa do tio, que tem certeza de que o sobrinho é um perigoso vampiro.
História diferente sobre vampirismo, que o diretor Romero considera seu melhor filme.
Direção e roteiro: George A. Romero
Elenco: John Amplas , Lincoln Maazel , Christine Forrest , Elayne Nadeau

Sangue de Pantera (1942)
“Cat People”

Irena Dubrovna (Simone Simon) é uma bela e misteriosa jovem sérvia, que vai trabalhar em Nova York como designer de modas e se casa com Oliver Reed (Ken Smith). Irene vive obcecada pela idéia de ser vítima de uma maldição, pois descenderia de uma raça de mulheres-felinas que, quando estão emocionalmente excitadas, se transformam em panteras assassinas. Seu temor mostra ter fundamento ao sentir ciúmes de Alice Moore (Jane Randolph), que está íntima de Oliver. Ela tenta convencer o marido que se transformará em uma pantera, sendo que ele a manda para Louis Judd (Tom Conway), um psiquiatra para avaliar o problema da sua mulher, sem imaginar realmente o que está acontecendo.
Direção: Jacques Tourneur
Roteiro: DeWitt Bodeen
Elenco: Simone Simon , Kent Smith , Tom Conway , Jane Randolph

The Loved Ones (2009)

Brent Mitchell (Xavier Samuel) é um jovem constantemente confrontado pelo colapso emocional de sua mãe após o trágico acidente automobilístico que matou seu pai.
Rejeitado e sem perspectivas, a sua única felicidade é a bela namorada Holly. O que Brent não desconfia é que ele é também a grande paixão de Lola (Robin McLeavy), a esquisitinha da escola. E que Lola tem um pai maluco capaz de fazer coisas absurdas para agradar a filha.
Direção e roteiro: Sean Byrne
Elenco: Xavier Samuel , Robin McLeavy , John Brumpton , Richard Wilson

O Lobisomem (1941)
“The Wolf Man”

O clássico de terror original que apresentou um dos mais abomináveis monstros do cinema! Lon Chaney jr. retrata Larry Talbot, que regressa ao castelo do seu pai (Claude Rains) no País de Gales e encontra uma bela mulher (Evelyn Ankers). Numa noite fatídica, Talbot acompanha-a a uma festa local onde o destino de Jenny é revelado por uma misteriosa cigana. As atmosferas de sonho e os cenários aprimorados, combinados com uma trilha sonora arrepiante tornam “O Lobisomem” numa obra-prima não só do gênero, mas também de todos os tempos!
Direção: George Waggner
Roteiro: Curt Siodmak
Elenco: Lon Chaney , Lon Chaney Jr , Claude Rains , Evelyn Ankers

Suspiria (1977)

Susan (Harper) é uma jovem americana que viaja para a Europa para estudar numa prestigiada escola de Balé. Desde o primeiro dia, porém, ela começa a se assustar com estranhas situações que ocorrem no local que a fazem crer que há bruxas por todas a parte.
Direção: Dario Argento
Roteiro: Dario Argento, Daria Nicolodi
Elenco: Jessica Harper , Stefania Casini , Joan Bennett , Alida Valli

Arraste-me para o Inferno (2009)
“Drag Me to Hell”

Christine Brown (Alison Lohman) é uma jovem e ambiciosa corretora de empréstimos em Los Angeles. Na companhia do namorado, o charmoso professor Clay Dalton (Justin Long), Christine parece levar uma vida tranquila. Isso até o dia em que ela recebe a visita da misteriosa senhora Ganush (Lorna Raver), que chega ao banco onde Christine trabalha para pedir um acréscimo no empréstimo e poder pagar sua casa. Ao negar o pedido, que tinha como objetivo apenas impressionar o chefe, o senhor Jacks (David Paymer), Christine acaba desgraçando a vida da senhora Ganush. A idosa é desapropriada, mas a partir disso irá colocar a vida da jovem Christine diante de uma maldição sobrenatural e desesperadora.
Direção: Sam Raimi
Roteiro: Sam Raimi, Ivan Raimi
Elenco: Jessica Lucas , Alison Lohman , Justin Long , David Paymer

O Segredo da Cabana (2012)
“The Cabin in the Woods”

Cinco pessoas vão passar uns dias numa cabana no meio da floresta sabendo que há algumas regras bem claras a serem cumpridas no local. Tudo, no entanto, leva as pessoas a quebrarem essas regras, o que obviamente garante uma severa punição a eles.
Direção: Drew Goddard
Roteiro: Joss Whedon, Drew Goddard
Elenco: Kristen Connolly , Chris Hemsworth , Anna Hutchison , Fran Kranz

Halloween – A Noite do Terror (1978)
“Halloween”

Michael Myers, é um psicopata que vive em uma instituição há 15 anos, desde quando matou sua própria irmã. Porém, ele consegue fugir de seu cativeiro e retorna à sua cidade natal, para continuar seus crimes na localidade que, aterrorizada, ainda se lembra dele.
Direção: John Carpenter
Roteiro: John Carpenter, Debra Hill
Elenco: Donald Pleasence , Jamie Lee Curtis , Nancy Loomis , P.J. Soles

O Silêncio dos Inocentes (1991)
“The Silence of the Lambs”

Clarice Starling (Jodie Foster), agente novata do FBI, procura por um assassino que ataca mulheres jovens e depois retira suas peles. Para construir o perfil psicológico deste psicopata, recorre à ajuda de um assassino preso que agia de forma semelhante. É o dr. Hannibal Lecter (Anthony Hopkins), um psiquiatra canibal. Lecter, de fato, pode ajudar na investigação, mas quer em troca um local mais confortável para ficar preso. E quer também se aproximar da durona Clarice, para que ela fale de seus traumas e revele seu lado vulnerável.
Direção: Jonathan Demme
Roteiro: Thomas Harris (livro), Ted Tally
Elenco: Jodie Foster , Anthony Hopkins , Scott Glenn , Ted Levine

Na solidão da noite (1945)
“Dead of Night”

Um arquiteto sofre constantemente com pesadelos horríveis e é convidado a passar um fim de semana numa casa de campo, onde os proprietários pretendem fazer umas reformas. Ao chegar, ele se surpreende ao encontrar exatamente as mesmas pessoas que participam de seus pesadelos. Elas, que nunca haviam visto o arquiteto antes, passam então a narrar casos fantásticos que viveram.
Direção: Alberto Cavalcanti , Charles Crichton , Basil Dearden , Robert Hamer
Roteiro: H.G. Wells, E.F. Benson, John Baines, Angus MacPhail, T.E.B. Clarke
Elenco: Michael Redgrave , Mervyn Johns , Antony Baird , Googie Withers

Museu de Cera (1953)
“House of Wax”

Henry Jarrod (Vincent Price) é um escultor que faz imagens magníficas para o seu museu de cera. Jarrod luta com seu sócio, Matthew Burke (Roy Roberts), quando este começa a incendiar o museu para receber US$ 25 mil do seguro. Jarrod tenta detê-lo em vão, sendo que logo o local todo se incendeia e é seguido por uma explosão, com Jarrod sendo considerado morto. Algum tempo depois, Matthew recebe o dinheiro do seguro e planeja viajar com Cathy Gray (Carolyn Jones), mas é morto por uma pessoa disforme, que na realidade é o próprio Jarrod, que simula o assassinato como se fosse suicídio. Pouco tempo depois, Jarrod mata Cathy Gray e rouba seu corpo do necrotério. Depois de algum tempo ele reaparece, dizendo que escapou por milagre. Quando Sue Allen (Phyllis Kirk), a colega de quarto de Cathy, vê a imagem de Joana D’Arc no museu, começa a suspeitar que é o corpo de Cathy coberto com cera.
Direção:  André De Toth
Roteiro: Crane Wilbur, Charles Belden
Elenco: Vincent Price , Carolyn Jones , Frank Lovejoy , Phyllis Kirk

A Mosca da Cabeça Branca (1958)
“The Fly”

Seth Brundie (Jeff Goldblum) é um cientista excêntrico que trabalha numa nova invenção, uma máquina de teletransporte – a TelePod. Ao seu lado, tem Veronica (Geena Davis), uma jornalista que acompanha seus projetos acreditando ser essa a história do ano. Ao experimentar seu novo invento, Seth não percebe que uma mosca entrou na cabine do teletransporte. O imprevisto faz com que os padrões moleculares do homem e do inseto se misturem e, pouco a pouco, o cientista vai sofrendo terríveis transformações.
Direção: Kurt Neumann
Roteiro: George Langelaan, James Clavell
Elenco: David Hedison , Patricia Owens , Vincent Price , Herbert Marshall

Nosferatu – O Vampiro da Noite (1979)
“Nosferatu: Phantom der Nacht”

Baseando-se no livro ”Drácula”, de Bram Stoker, Herzog, conta a jornada de Jonathan Harker, pelo reino de horror do Conde Drácula, um maligno vampiro obcecado pela esposa de Harker, a bela Lucy. Remake, do clássico expressionista do mestre W. F. Murnau.
Direção e roteiro: Werner Herzog
Elenco: John Leddy , Margiet van Hartingsveld , Klaus Kinski , Isabelle Adjani

Uma Noite Alucinante – A Morte do Demônio (1981)
“The Evil Dead”

Ash (Bruce Campbell), sua namorada e seus amigos, vão passar um fim de semana em uma cabana na floresta, chegando lá encontram o Necronomicon, o livro dos mortos, que os deixam em uma terrível situação, onde tentarão sobreviver em um cenário bizarro e desesperador.
Direção e roteiro: Sam Raimi
Elenco: Bruce Campbell , Ellen Sandweiss , Hal Delrich , Betsy Baker

Monstros (1932)
“Freaks”

Sob a direção de Tod Browning, “Freaks” é um cult clássico de 1932 que abalou a sociedade da época, foi rejeitado, trancafiado e somente após 30 anos, na década de 60, que é posto a mostra no mundo todo em exibições de cinemas sujos e festivais amadores. O motivo de tanta polêmica e rejeição esta na essência da trama, nas críticas e nos personagens atípicos.
Direção: Tod Browning
Roteiro baseado em “Spurs” de Tod Robbins
Elenco: Rosco Ates , Harry Earles , Olga Baclanova , Wallace Ford

Inverno de Sangue em Veneza (1973)
“Don’t Look Now”

O casal John (Donald Sutherland) e Laura Baxter (Julie Christie) estão aquecidos, dentro de uma casa de campo, enquanto os filhos, Christine (Sharon Williams) e Johnny (Nicholas Salter) brincam do lado de fora, no campo. Christine caminha com um boneco e uma bola simulando uma guerra imaginária. Johnny anda acelerado de bicicleta, até que rompe um vidro no chão. Laura procura em livros uma resposta satisfatória para uma pergunta da curiosa Christine, enquanto John estuda imagens de igrejas para o seu trabalho. A calma da família termina quando John sai correndo de casa e encontra Christine afogada no lago. Pouco depois, John e Laura se mudam para Veneza, onde ele passa a dedicar boa parte de seu tempo a um projeto de restauração de uma antiga e importante igreja. O encontro de Laura com duas irmãs escocesas – uma delas, aparentemente, médium – muda a rotina do casal na mesma época em que estranhos assassinatos intrigam a polícia da cidade.
Direção: Nicolas Roeg
Roteiro: Daphne Du Maurier (história), Allan Scott, Chris Bryant
Elenco: Julie Christie , Donald Sutherland , Hilary Mason , Clelia Matania

A Noite dos Mortos-Vivos (1968)
“Night of the Living Dead”

Os mortos andam e têm fome de carne humana. Um grupo de sobreviventes está isolado em uma casa de fazenda enquanto o exército de zumbis comedores de carne humana paira sobre suas portas.
Direção: George A. Romero
Roteiro: John A. Russo, George A. Romero
Elenco: Judith Reilly , Judith O’Dea , Duane Jones , Keith Wayne

Os Invasores de Corpos (1978)
“Invasion of the Body Snatchers”

A versão original de “Invasion Of The Body Snatchers”, de 1956 e dirigido pelo excelente Don Siegel, já era um clássico da ficção científica. Nesta refilmagem dos anos 70, o clima de paranóia reina no filme inteiro, como também o poder de sugestão. Mudou-se apenas a linguagem para retratar o terror, pois foi nesta década de 1970 que este gênero ganhou fôlego e bons efeitos especiais. O elenco competente e a ótima direção coloca Invasores de Corpos no seu lugar de prestígio, com um dos melhores do gênero Sci-Fi terror.
Direção: Philip Kaufman
Roteiro: Jack Finney (livro), W.D. Richter
Elenco: Donald Sutherland , Brooke Adams , Leonard Nimoy , Veronica Cartwright

Os Pássaros (1963)
“The Birds”

Melanie Daniels, uma jovem da cidade de São Francisco, vai até uma pequena cidade isolada da Califórnia, chamada Bodega Bay, atrás de um potencial namorado: Mitch Brenner. Mas na cidade começa de repente a acontecer fatos estranhos: pássaros de todas as espécies passam a atacar a população, em número cada vez maior e com mais violência, deixando todos aterrorizados.
Direção: Alfred Hitchcock
Roteiro: Daphne Du Maurier, Evan Hunter [Ed McBain]
Elenco: Rod Taylor , Tippi Hedren , Suzanne Pleshette , Jessica Tandy

A Tortura do Medo (1960)
“Peeping Tom”

Como garoto, Mark Lewis sofria experimentos bizarros pelo seu pai cientista, estudante dos efeitos do medo no sistema nervoso das pessoas. Agora crescido, com seus pais já mortos, ele vira um psicopata que assassina mulheres somente para gravar suas expressões de terror no momento da morte.
Direção: Michael Powell
Roteiro: Leo Marks
Elenco: Carl Boehm , Karlheinz Böhm , Moira Shearer , Anna Massey

Uma Noite Alucinante 2 (1987)
“Evil Dead II”

Único sobrevivente da noite passada, Ash (Bruce Campbell) tenta sobreviver aos seres do livro dos mortos, ao mesmo tempo em que mais quatro visitantes se dirigem para a cabana, onde os demônios não cessam seus ataques.
Direção: Sam Raimi
Roteiro: Sam Raimi, Scott Spiegel
Elenco: Bruce Campbell , Sarah Berry , Dan Hicks , Kassie Wesley DePaiva

Os inocentes (1961)
“The Innocents

“Algo estranho e sinistro estava acontecendo naquela casa”, pensou senhora Giddens (Deborah Kerr), contratada para cuidar de Flora e Miles, dois irmãos que ficaram órfãos em circunstâncias misteriosas. Com o passar do tempo, Giddens acredita que existe alguma coisa escondida nas trevas da mansão, fazendo com que as crianças tenham um comportamento muito assustador. E a jovem governanta não sabe se terá forças para enfrentar esse perigo oculto na face de crianças inocentes demais para cometer algum mal. Será mesmo?
Direção: Jack Clayton
Roteiro: enry James (livro), John Mortimer, Truman Capote, William Archibald
Elenco: Deborah Kerr , Peter Wyngarde , Megs Jenkins , Michael Redgrave

Vampiros de Almas (1956)
“Invasion of the Body Snatchers”

Em uma pequena cidade da Califórnia, um médico recebe vários pacientes reclamando que as pessoas de seu convívio estão estranhas: parecem não ser as mesmas e não ter sentimento. Ele acaba descobrindo que alieníginas estão invadindo a cidade, substituindo as pessoas com corpos idênticos, mas sem alma.
Direção: Don Siegel
Roteiro: Richard J. Collins, Daniel Mainwaring, Jack Finney (artigo)
Elenco: Kevin McCarthy , Dana Wynter , Larry Gates , Carolyn Jones

Os Olhos Sem Rosto (1960)
“Les yeux sans visage”

O professor Génessier, um célebre cirurgião conhecido por seus trabalhos sobre heteroplastia, tem um filha chamada Christiane, que foi horrivelmente desfigurada em um acidente, ficando somente os olhos intactos. Para tentar restituir-lhe a beleza de antes, ele, com a ajuda de uma enfermeira, sequestram e mutilam belas moças para fazer as cirurgias experimentais de enxerto de pele.
Direção: Georges Franju
Roteiro: Claude Sautet, Pierre Boileau, Thomas Narcejac, Pierre Gascar, Jean Redon (livro)
Elenco: Pierre Brasseur , Edith Scob , Alida Valli , François Guérin

Aliens, O Resgate (1986)
“Aliens”

Ellen Ripley (Sigourney Weaver), a única sobrevivente da nave atacada pelo alien, vai a um planeta distante para combater o monstro que matou seus companheiros. Alguns colonizadores estão estabelecidos justamente nesse planeta e Ripley precisa ajudar estas pessoas a escapar da criatura.
Direção: James Cameron
Roteiro: James Cameron, David Giler, Walter Hill
Elenco: Sigourney Weaver , Carrie Henn , Michael Biehn , Paul Reiser

Deixe Ela Entrar (2008)
“Låt den rätte komma in”

A história é ambientada no subúrbio de Estocolmo, em 1982. Oskar (Kåre Hedebrant), um frágil garoto de 12 anos sempre atormentado pelos colegas de escola, sonha com vingança. Ele apaixona-se por Eli (Lina Leandersson), garota bonita e peculiar que não suporta sol e comida. Eli dá a Oskar força para lutar, mas o menino é colocado frente a um impasse quando percebe o que ela precisa fazer para sobreviver: até onde pode o amor perdoar?
Direção: Tomas Alfredson
Roteiro: John Ajvide Lindqvist, John Ajvide Lindqvist (livro)
Elenco: Kåre Hedebrant , Lina Leandersson , Per Ragnar , Henrik Dahl

O Vampiro (1932)
“Vampyr”

A história roda em torno de Allan Grey, um jovem interessado pelo sobrenatural, que um dia recebe a visita de um estranho senhor. Ao seguí-lo, Allan descobre que Léone, uma das filhas deste senhor, está cada vez mais doente. Ao ler um livro que o senhor lhe deu antes de morrer, Allan descobre que Léone é vítima de uma vampira, que é ajudada pelo doutor da vila em sua busca por alimento. Allan parte com um dos servos do senhor para destruir a vampira.
Direção: Carl Theodor Dreyer
Roteiro: Sheridan Le Fanu (livro), Christen Jul, Carl Theodor Dreyer
Elenco: Julian West , Maurice Schutz , Jan Hieronimko , Sybille Schmitz

O Bebê de Rosemary (1968)
“Rosemary’s Baby”

Rosemary e seu marido se mudam para um novo apartamento em Nova York, onde passam a conhecer um casal de idosos que mora logo ao lado. Esse casal possui modos estranhos de agir; eles logo invadem a privacidade de Rosemary, de forma que começa a incomodá-la. Há algo por trás disso tudo e Rosemary, grávida, começa a desconfiar das pessoas, querendo proteger seu futuro filho.
Direção: Roman Polanski
Roteiro: Ira Levin (livro), Roman Polanski
Elenco: Mia Farrow , John Cassavetes , Ruth Gordon , Sidney Blackmer

Tubarão (1975)
“Jaws”

Um terrível ataque a banhistas é o sinal de que a praia da pequena cidade de Amity, virou refeitório de um gigantesco tubarão branco, que começa a se alimentar dos turistas. Embora o prefeito queira esconder os fatos da mídia, o xerife local pede ajuda a um ictiologista e a um pescador veterano para caçar o animal, mas a missão vai ser mais complicada do que eles imaginavam.
Direção: Steven Spielberg
Roteiro: Peter Benchley, Carl Gottlieb, Peter Benchley (livro)
Elenco: Roy Scheider , Robert Shaw , Richard Dreyfuss , Lorraine Gary

Frankenstein (1931)

Henry Frankenstein, um cientista louco, vagueia à noite pelo cemitério na companhia de Fritz, um anão corcunda que é seu assistente. Frankenstein, procura mortos e costura partes de diversos cadáveres para fazer um único homem, mas para “dar” vida a este ser monstruoso um cérebro é necessário. Assim, ele manda Fritz, para o departamento médico de uma universidade próxima, onde o corcunda esquadrinha vários jarros nos quais foram mantidos cérebros vivos para estudos. Fritz, seleciona um cérebro e está rumo à porta quando se assusta com um carrilhão, fazendo-o derrubar o jarro. Ele rapidamente pega outro, sem reparar que no rótulo está escrito “cérebro criminoso”. Frankenstein, desconhecendo o fato, coloca o cérebro em sua criatura e espera uma tempestade elétrica, que ele precisa para ativar a maquinaria que construiu para eletrificar o corpo da sua criatura. Durante esta experiência estranha Dr. Waldma, um tutor de Frankenstein, no passado; Elizabeth, a noiva de Frankenstein; e Victor, seu melhor amigo, tentam fazê-lo desistir deste experimento, mas o cientista está frenético e logo infunde vida na criatura, mas as conseqüências de tal ato serão trágicas.
Direção: James Whale
Roteiro: Mary Shelley (livro), Garrett Fort, Francis Edward Faragoh, Peggy Webling
Elenco: Colin Clive , Mae Clarke , John Boles , Boris Karloff

O Homem Invisível (1933)
“The Invisible Man”

Em Ipping, um lugar remoto na Inglaterra, chega um misterioso estranho que tem seu rosto coberto por bandagens. É impossível ver seus olhos, pois ele usa óculos com lentes extremamente escuras. Ele aluga um quarto em uma pousada e fica trancado nele o tempo inteiro. O estranho se chama Jack Griffin (Claude Rains), que criou uma fórmula que o permite ser invisível. Entretanto ele precisa criar um antídoto para reverter o processo, caso contrário ficará desta forma para sempre. Além disto, Jack sonha ser muito rico após vender esta fórmula para algum pais, que teria um exército invisível, o que o tornaria praticamente invencível. Paralelamente Flora Cranley (Gloria Stuart), sua noiva, mostra-se bem preocupada, pois não tem idéia do que está acontecendo. Ela relata suas inseguranças para seu pai (Henry Travers), que é um pesquisador e mentor de Griffin. Estas aflições também são ditas para Kemp (William Harrigan), outro pesquisador, que é apaixonado por Flora. Enquanto isto, na pousada, Jack está para ser mandado embora do local, pois além de nunca pagar foi muito agressivo com os proprietários. Quando um policial chega para detê-lo, Jack, rindo histericamente, tira suas bandagens e, para espanto geral, revela a todos que é invisível.
Direção: James Whale
Roteiro: H.G. Wells, R.C. Sherriff, Preston Sturges, Philip Wylie
Elenco: Claude Rains , Gloria Stuart , Henry Travers , William Harrigan

Alien, o Oitavo Passageiro (1979)
“Alien”

Nave espacial, ao retornar para a Terra, recebe estranhos sinais vindos de um asteroide. Ao investigarem o local, um dos tripulantes é atacado por um estranho ser. O que parecia ser um ataque isolado se transforma em um terror constante, pois o tripulante atacado levou para dentro da nave o embrião de um alienígena, que não para de crescer e tem como meta matar toda a tripulação.
Direção: Ridley Scott
Roteiro: Dan O’Bannon, Ronald Shusett
Elenco: Sigourney Weaver , Tom Skerritt , Veronica Cartwright , Harry Dean Stanton

Mensageiro do Diabo (1955)
“The Night of the Hunter”

Baseado em romance de Davis Grubb, conta a história de um assassino de viúvas ricas que, ao sair da prisão, persegue uma família para encontrar o dinheiro que o pai, que conhecera na cadeia, havia guardado em lugar não revelado.
É o único filme dirigido pelo premiado ator Charles LaughtonDireção: Charles Laughton
Roteiro: Davis Grubb (livro), James Agee, Charles Laughton
Elenco: Robert Mitchum , Shelley Winters , Billy Chapin , Sally Jane Bruce

Psicose (1960)
“Psycho”

Marion Crane, rouba a firma em que trabalha e foge para recomeçar sua vida. Uma tempestade a faz parar num hotel de beira de estrada, onde é recebida pelo estranho, porém afável, Norman Bates, que cuida do lugar. Quando Marion, desaparece, sua irmã e o amante decidem investigar.
Direção: Alfred Hitchcock
Roteiro: Joseph Stefano, Robert Bloch (livro)
Elenco: Anthony Perkins , Janet Leigh , Vera Miles , John Gavin

A Noiva de Frankenstein (1935)
“Bride of Frankenstein”

Dr. Frankenstein (Colin Clive) e seu monstro (Boris Karloff) retornam, pois não estavam mortos como inicialmente se acreditava. O pesquisador planeja parar suas demoníacas experiências, mas quando um cientista louco (Ernest Thesiger) seqüestra sua esposa (Valerie Hobson), ele concorda em ajudá-lo em criar uma nova criatura, uma mulher (Elsa Lanchester), para ser companheira do monstro.
Direção: James Whale
Roteiro: William Hurlbut, John L. Balderston
Elenco: Boris Karloff , Colin Clive , Valerie Hobson , Elsa Lanchester

King Kong (1933)

Um cinegrafista fracassado, em sua tentativa desesperada de fazer um best-seller, contrata uma atriz recém-desempregada chamada Ann Darrow, e embarca em um navio fretado para a Ilha da Caveira. Lá, eles encontram uma tribo de nativos que veneram um gorila gigante, de nome Kong. Ann Darrow, é sequestrada e oferecida como sacrifício a Kong. Para recuperá-la, os tripulantes, o cinegrafista e o escritor do filme têm que enfrentar dinossauros, insetos gigantes e o próprio gorila, que se apaixonou pela atriz. Depois de resgatada, Ann Darrow, tenta libertar Kong do cinegrafista, que teve a ideia de exibi-lo na Broadway, e lucrar com isso. Kong, escapa e destrói quase toda a cidade em busca de sua amada. A cena final, no Empire State Building, é uma das cenas mais reproduzidas da história, aparecendo até em desenhos infantis e comédias.
Direção: Ernest B. Schoedsack , Merian C. Cooper
Roteiro: James Ashmore Creelman, Ruth Rose, Merian C. Cooper, Edgar Wallace, Leon Gordon
Elenco: Fay Wray , Robert Armstrong , Bruce Cabot , Sam Hardy

Repulsa ao Sexo (1965)
“Repulsion”

Em Londres Carol Ledoux (Catherine Deneuve) é uma bela mulher que é sexualmente reprimida e vive com sua irmã mais velha. Ela constantemente resiste aos assédios do seu namorado e também desaprova o amante da irmã. Quando esta viaja com ele em férias, Carol fica sozinha no apartamento e se afunda em uma profunda depressão, passando a ter várias alucinações.
Direção: Roman Polanski
Roteiro: Roman Polanski, Gérard Brach,David Stone
Elenco: Catherine Deneuve , Ian Hendry , John Fraser , Patrick Wymark

Nosferatu (1922)
“Nosferatu, eine Symphonie des Grauens”

Hutter, agente imobiliário, viaja até os Montes Cárpatos para vender um castelo no Mar Báltico cujo proprietário é o excêntrico conde Graf Orlock, que na verdade é um milenar vampiro que, buscando poder, se muda para Bremen, Alemanha, espalhando o terror na região. Curiosamente quem pode reverter esta situação é Ellen, a esposa de Hutter, pois Orlock, está atraído por ela.
Direção: F.W. Murnau
Roteiro: Henrik Galeen, baseado no livro de Bram Stoker
Elenco: Max Schreck , Alexander Granach , Gustav von Wangenheim , Greta Schröder

O Gabinete do Dr. Caligari (1920)
“Das Cabinet Des Dr. Caligari”

Num pequeno vilarejo da fronteira holandesa, um misterioso hipnotizador, Dr. Caligari (Krauss), chega acompanhado do sonâmbulo Cesare (Veidit) que, supostamente, estaria adormecido por 23 anos. À noite, Cesare perambula pela cidade, concretizando as previsões funestas do seu mestre, o Dr. Caligari
Direção: Robert Wiene
Roteiro: Carl Mayer, Hans Janowitz
Elenco: Werner Krauss , Conrad Veidt , Frederich Feher , Friedrich Feher

Advertisement
Clique para comentar

Cinema

Curiosidades do Filme de Terror “Hereditário”

Primeiro filme do cineasta Ari Aster, cheio de simbolismos e mensagens escondidas. Um drama familiar carregado de sofrimento e manipulações diante da impotência de seus personagens, um luto que parece interminável e as influências de um culto satânico sinistro, “Hereditário” é tudo isso e mais um pouco.

O trailer de “Hereditário” foi exibido acidentalmente no início do filme familiar “Pedro Coelho”, em Innaloo, Austrália. Causando um pequeno pânico no cinema com os pais fugindo da sala com os filhos. O cinema acabou desligando a tela e ofereceu a todos os membros da plateia um ingresso de cortesia como pedido de desculpas pelo erro.


O demônio apresentado em “Hereditário” é Paimon, na demonologia ele é retratado como um homem forte com um rosto feminino, usando uma gloriosa coroa e montado em um dromedário, ele é um dos reis do inferno, muito obediente a Lúcifer. O som que Charlie faz com a boca representa o barulho do galope do dromedário de Paimon.


Nas páginas do livro que Annie encontra, é mencionado que o anfitrião masculino do demônio deve estar desgastado o suficiente para Paimon entrar em seu corpo. Os eventos do filme criam essas condições.


Toni Collette havia dito ao seu agente que não queria fazer mais filmes pesados e sombrios, no entanto, ela amou tanto o roteiro de “Hereditário” que não conseguiu recusar. Collette disse à revista Time: “estou cansada de trabalhos pesados, que me fazem chorar o tempo todo. Quero fazer filmes engraçados. Mas meu agente ligou e disse ‘eu sei, mas você precisa ler este roteiro’. E ele estava certo. Eu amei.”

Podemos ver palavras escritas no papel de parede dos quartos dos membros da família. Simplificando, eles são encantamentos mágicos, provavelmente colocados ali pela avó na tentativa de abrir o caminho para Paimon retornar. ‘Satony’ é uma palavra usada em um Ritual de Necromancia (comunicação com os mortos), ‘Zasas’ é uma palavra usada pelo ocultista Aleister Crowley ao convocar um demônio chamado Choronzon e ‘Liftoach Pandemonium’ é uma combinação da palavra hebraica que significa ‘abrir’ e a palavra pandemium, que no contexto da obra Paraíso Perdido, de Milton, se refere a um lugar onde Lúcifer e os caídos existem.

Ari Aster disse certa vez que queria gerar sustos que fossem emocionalmente justificados, em vez de se apoiar apenas nos tradicionais jump scares.


Segundo Alex Wolff, o corte original do filme teve mais de 3 horas. As imagens cortadas consistem principalmente em mais diálogo familiar.

(por volta de 1h 6 min) Para fazer a lousa escrever sozinha, a equipe de efeitos especiais colocou um ímã no giz e um ímã no outro lado da lousa para fazer o giz se mover – “foi muito difícil conseguir colocar um pequeno ímã dentro do giz e faze-lo escrever sem problemas”.

Toni Collette afirmou que Ari Aster foi o diretor mais preparado com o qual já trabalhou.

Ari Aster pediu que Alex Wolff e Milly Shapiro saíssem para comer sem que saíssem de seus personagens algumas vezes, e eles ficaram sentados por umas três horas em silêncio enquanto Milly não falava e Alex tentava fazê-la falar. Eles também tiveram que ir comprar um moletom para Milly, e Alex teve que descobrir que tipo de moletom ela queria.

Alex Wolff disse que Gabriel Byrne é uma das pessoas favoritas com quem ele já trabalhou. Gabriel Byrne interpretou o pai de Alex Wolff anteriormente no programa da HBO “Em Terapia (2008)” – eles brincaram que a cada sete anos vão interpretar pai e filho.

O produtor disse que foi bom Gabriel Byrne e Alex Wolff já terem trabalhado juntos antes, e Alex e Milly Shapiro se conheciam da época da escola na qual estudaram juntos, isso fez de Toni Collette a pessoa de fora, o que refletia o caráter de Annie e os sentimentos de alienação dentro de sua própria família.

Ari Aster escreveu biografias detalhadas para todos os personagens antes mesmo de escrever o roteiro.

O filme foi rodado em 32 dias.

O compositor Colin Stetson encontrou inspiração para a trilha sonora através de sons de “água e animais enquanto caminhava em uma noite sombria”.

Ari Aster gostou de Utah para filmar porque achava as montanhas lindas e de tirar o fôlego, mas também ameaçadoras e sinistras.

Todo o interior da casa foi construído em um sound stage (palco sonoro) em Utah, a fim de seguir o cronograma de gravação de Ari Aster. Eles precisavam ser capazes de remover paredes e tetos, para filmar os cômodos e faze-los se parecer exatamente com as miniaturas.

Ari Aster queria que qualquer efeito fosse prático (efeito especial que não utiliza computação gráfica), e não na pós-produção.

A designer de produção Grace Yun pesquisou rituais e cultos pagãos reais para desenvolver o design dos cenários. Além de ter que trabalhar simultaneamente com o miniaturista Steve Newburn, garantindo que a casa da família Graham e as miniaturas fossem exatamente iguais.

 


Charlie é uma personagem transgênero e se mostra desconfortável com seu corpo durante o filme, a menina é a reincarnação de Paimon desde o início, o culto satânico da avó arquiteta todo o desenrolar da história para que Paimon seja libertado do corpo de Charlie e enfim possuir Peter. No livro que Annie encontra ela vê sublinhado o trecho que diz: “Rei Paimon é masculino, assim cobiçoso de um corpo humano masculino.”

(cerca de 14 minutos) Na primeira cena de Peter na escola, as palavras “Escaping Fate” estão na lousa atras do professor. Esta é uma referência a “Halloween: A Noite do Terror” (1978), onde a personagem principal discute o mesmo em sala de aula.

Toni Collette afirmou que foi muito à academia durante as filmagens porque precisava se movimentar bastante durante um processo tão árduo de filmagem.


A designer de produção queria brincar com a ideia de “geometria sagrada” – triângulo (Annie, Peter, Charlie), quadrado (introduz o personagem de Steve, lar, fundamento), círculo (infinito, gênese, Ellen) – todas as formas diferentes embutidas no design do conjunto. Se você olhar de perto, o corredor do segundo andar tem quadrados e triângulos talhados.

O filme se utiliza das miniaturas para representar as influências e manipulações sofridas pelos personagens, como bonecos sem livre arbítrio, fadados ao destino arquitetado pelo culto satânico e Paimon.

Alex Wolff disse que este filme foi mais exigente do que qualquer coisa que ele já fez.

O filme contém cerca de 85 minutos de música, e Colin Stetson trabalhou 16 horas por dia para completá-lo.

Toni Collette disse que um de seus momentos mais memoráveis no set foi ao ficar ensopada em água totalmente vestida para a cena do solvente de tinta.

Ari Aster procurou o compositor Colin Stetson dois anos antes de começar a produção do filme. A principal direção que Aster deu ao compositor para a trilha sonora era fazer com que “se sentisse mal”. Stetson viu a trilha como seu próprio personagem no filme.

Ari Aster também projetou uma lista de filmagens de 75 páginas para a cinematografia antes mesmo que eles tivessem locações.

Este foi o quarto filme da A24 a obter um amplo lançamento após A Bruxa (2015), Free Fire: O Tiroteio (2016) e Ao Cair da Noite (2017).

Ari Aster começou a construir uma rede de colaboradores em potencial para este filme anos antes do projeto receber sinal verde para ser realizado.

Essa foi a estreia no cinema de Milly Shapiro. No teatro ela interpretou Matilda no musical homônimo da Broadway quando tinha 10 anos de idade.

O diretor de fotografia Pawel Pogorzelski foi colega de classe de Ari Aster no American Film Institute Conservatory.

Alex Wolff decidiu seguir um método para este filme e insistiu em ser chamado de ‘Peter’ durante a produção. Depois de filmar sua última cena, ele se apresentou simbolicamente à equipe como ‘Alex’.

(em torno de 20 minutos) Na cena da terapia de grupo, Annie alega que sua mãe sofria de Transtorno de Identidade Desassociativo, a mesma doença mental da personagem de Toni Collette na série do Showtime “United States of Tara” (2009), apresentando Toni como uma mulher com transtorno dissociativo de identidade tentando criar seus filhos, manter seu casamento e descobrir por que ela pode estar sofrendo desse transtorno.

(por volta de 1h 23min) a voz no telefone ligando para Annie para tratar sobre sua data de exibição na Galeria Archer, é do próprio Ari Aster.

Durante a reunião de apoio, Annie relata o suicídio de seu irmão aos 16 anos e afirma que sua carta de suicídio culpava a mãe (Ellen) por “colocar pessoas dentro dele”. Embora Annie considere isso como um sinal de esquizofrenia, Ellen originalmente tentava conjurar Paimon através de seu próprio filho. Sua morte (e seu fracasso em convocar Paimon) explica por que Ellen pressionou Annie a ter filhos, e por que Charlie afirma no início do filme que sua avó desejava que ela fosse menino.

(por volta das 1h 35min) Em uma entrevista, Alex Wolff explica que ele queria realmente quebrar o nariz para a cena em que seu personagem bate a cabeça em uma mesa. O diretor Ari Aster recusou respeitosamente a oferta e disse a Wolff que eles dariam a ele uma mesa macia e almofadada para a cena. Quando chegou a hora da cena ser filmada, Wolff bateu a cabeça tão forte na mesa que apesar da espuma tinha o fundo duro. Ele acabou deslocando a mandíbula (que é uma lesão anterior que o ator teve) na cena.

(por volta de 28 minutos) Quando Peter e Charlie estão a caminho da festa, o simbolo do culto pode ser visto gravado no poste que mais tarde decapita Charlie.

A campanha publicitária da “Hereditário” foi creditada por manter a morte de Charlie em segredo dos espectadores, principalmente por mostrar Milly Shapiro com destaque no trailer, apesar de Charlie estar vivo por apenas um quarto do filme. Esse engano deliberado é semelhante ao clássico de terror Psicose (1960), onde Janet Leigh foi feita para se parecer com a estrela do filme, apenas para ser assassinada em um terço do caminho.

A língua falada durante a “invocação” que é dada a Annie é uma combinação de hebraico e enochiano.

Uma das maneiras pelas quais Ari Aster apresentou o filme quando o lançou foi “é uma história sobre um ritual de possessão de uma vida inteira contada da perspectiva do cordeiro sacrificado”.

O diorama de Charlie no filme mostra figuras sem cabeça curvando-se para uma criatura com cabeça de pombo com uma coroa – muito semelhante à cena final do filme.

(em torno de 14 minutos) Em uma cena inicial, o assunto do livre-arbítrio é discutido enquanto menciona uma das peças de Sófocles. Na mesma linha, o filme afirma que a Família Graham não tem voz sobre os eventos que estão ocorrendo. Para Aster, o filme é muito grego nesse sentido e a maneira como as coisas acontecem é inevitável. É aí que entraram as casas de bonecas. Annie cria essas figuras e casas de bonecas em miniatura e elas servem como uma metáfora perfeita para a situação; eles estão em uma casa de bonecas sendo manipulados por forças externas.

(por volta das 1h 35min) Em uma das cenas da sala de aula de Peter, o professor está falando sobre o sacrifício de Ifigênia, a filha de Agamenon. Ifigênia e Charlie são filhas que foram sacrificadas na esperança de produzir um grande evento; uma sendo a vitória contra os troianos e a outra a criação de Paimon.

Um dos amigos de Peter, por baixo das arquibancadas, pode ser visto no final do filme como um dos cultistas secretos da cidade. Quando eles estão fumando na escola, ele é o personagem com um coque. Quando a câmera segue lentamente os pés de Peter na casa da árvore, ela passa por cima das cabeças dos cultistas ajoelhados. O mais próximo na cena é o rapaz do coque.

(aproximadamente 4 minutos) Durante seu discurso no funeral, Annie menciona que há muitos estranhos na cerimônia. Mais tarde, é revelado que sua mãe era a rainha do culto. Os estranhos no funeral eram membros do culto, alguns dos quais podem ser vistos dentro e ao redor da casa durante o ato final do filme.

(cerca de 30 minutos) Durante a cena da festa, quando Peter entra no quarto para fumar maconha, alguns adolescentes assistem a um vídeo em preto e branco em um laptop de alguém sendo decapitado numa guilhotina – prenunciando as múltiplas decapitações do filme.

A primeira cena de decapitação é muito semelhante a um evento da vida real em Marietta, Geórgia, em 2004. Um jovem e seu amigo voltavam para casa muito bêbados depois de uma festa. O passageiro se sentiu mal e colocou a cabeça para fora da janela, caso precisasse vomitar, foi quando o motorista acidentalmente desviou perto de um poste e decapitou o passageiro. O motorista estava tão bêbado que não percebeu que seu amigo havia sido decapitado e continuou a dirigir para casa, estacionou na garagem de seus pais com o amigo decapitado no carro e entrou para dormir durante toda a noite.

A canção sinistra no final do filme é uma versão especial de uma música chamada “Zadok the Priest”, escrita por George Frideric Handel em 1727 para a coroação do rei George II.


O símbolo que é mostrado ao longo do filme, particularmente no colar que Annie e sua mãe usam, é o verdadeiro selo do demônio Paimon, como mostrado em textos antigos de demonologia, com poucas modificações.

Há muitos efeitos sonoros e músicas altas na trilha sonora. Isso é realmente representado pelo demônio Paimon, que é descrito em sua chegada com música alta e pratos batendo.

Há muitas pistas, quanto a Peter ser o anfitrião desejado para Paimon. Foi Peter quem acidentalmente matou Charlie. Annie expressa medo e raiva constantes em relação a Peter (até o ponto em que pergunta a Annie por que ela tem medo dele) e, finalmente, porque Joan grita com Peter do outro lado da rua da escola, dizendo “eu o expulso” e “saia”, obviamente tentando se apoderar de seu corpo, para que Paimon o ocupe.

“Hereditário” compartilha várias semelhanças com outro filme da A24, A Bruxa (2015), apesar de ter cineastas diferentes. Ambos os filmes retratam famílias em dificuldades que sofrem de extrema dor e são alvos de cultos satânicos, ambos foram filmados perto de bosques e terminam com o filho mais velho da família sendo o suposto único sobrevivente e encontrando os cultos que os prejudicaram.

A corda de piano usada na decapitação auto-infligida por Annie é prenunciada momentos antes pelo piano sendo jogado na sala de estar enquanto Peter examina a cena de seu pai morto.

Na foto de abertura, uma runa de vida pode ser vista construída na lateral da casa da árvore. A runa da vida simboliza nascimento e começo. O aparecimento da runa da vida significa o início da história e prenuncia a casa da árvore como o local do renascimento de Paimon. Em cerca de 1 hora e 54 minutos, uma runa da morte pode ser vista no canto da parede do sótão. A runa da morte simboliza a morte e os finais. O aparecimento da runa da morte simboliza o fim da história e prenuncia a morte de Peter momentos depois.

O diretor não queria símbolos clichês em “Hereditário”. Isso gerou uma pesquisa profunda sobre o ocultismo, disse o diretor Ari Aster. “Eu queria evitar certos clichês e os símbolos óbvios”, disse ele ao Newsweek. “A primeira coisa que eu disse à equipe de design de produção quando começamos a procurar o que seria a simbologia foi: sem pentagramas, sem cruzes invertidas”.

Continue Lendo

Cinema

Curiosidades do filme “Nós”

Curiosidades de “Nós” de Jordan Peele, estrelado por Lupita Nyong’o, Winston Duke e Elisabeth Moss, que aborda uma família confrontada por um grupo de doppelgängers.

Lupita Nyong’o baseou a voz de Red em Robert F. Kennedy Jr., especificamente a disfonia espasmódica da qual ele sofre.

O versículo da Bíblia que aparece continuamente no filme (Jeremias 11:11) diz: “Portanto, assim diz o Senhor: Eis que trarei mal sobre eles, dos quais não poderão escapar; e, ainda que clamem a mim, Não lhes darei ouvidos”.


Assim como em “Os Garotos Perdidos (1987)”, várias cenas importantes acontecem no calçadão da praia de Santa Cruz. Isso é até mencionado quando a mãe de Adelaide (Anna Diop) diz: “Você sabe, eles estão filmando um filme ali no carrossel”.


Os cineastas não tiveram muito trabalho ao filmar no calçadão da praia de Santa Cruz, já que muitos jogos e brinquedos são originais desde a década de 1910. Além disso, de fato, existe um sistema de túneis subterrâneos sob o lugar, embora seja usado principalmente para armazenamento e abrigo em caso de emergência.

Imagens de arquivo da socialite Nicole Richie, de quando ela tinha 5 anos, aparecem no comercial Hands Across America no início do filme.

Os personagens de Duke Nicholson se chama Danny, e Jordan Peele lhe disse para interpretar o papel como Lloyd, o barman de O Iluminado (1980), sem perceber na época que ele era neto de Jack Nicholson.

Ironicamente, o nome da assistente virtual dos Tyler, Ophelia, vem do grego “ophéleia”, que significa “ajuda”.

(Cerca de 00:29:55) Gabe assiste uma partida de beisebol na televisão e o placar é anunciado como empatado em 11×11, um dos times é o Minnesota que tem o apelido de Twins (gêmeos).


Na cena inicial em que o comercial “Hands Across America” foi exibido, podemos ver o VHS de “C.H.U.D. – A Cidade das Sombras” (1984) e “Os Goonies” (1985) na prateleira à esquerda da TV. “C.H.U.D” é sobre criaturas subterrâneas e “Goonies” se passa principalmente em túneis subterrâneos.

A lanchonete onde a família vai comer é a “Copperpots”, uma referência a Chester Copperpot, o lendário caçador de tesouros de “Os Goonies” (1985).

O primeiro trabalho das gêmeos Cali Sheldon e Noelle Sheldon foi revezar o papel da bebê Emma na temporada final da série “Friends”.


“I Got 5 On It”, da dupla de hip-hop Luniz, é a música apresentada no trailer do filme e remixada em várias cenas. A música foi lançada em maio de 1995. Foi certificada como single de platina (um milhão de unidades vendidas) em outubro de 1995. O título significa dividir um pacote de $10 dólares (de maconha) entre duas pessoas.

Há uma personagem chamada Nancy cuja sua cópia se chama Syd. Esta é uma referência ao músico Sid Vicious da banda Sexy Pistol e sua namorada Nancy Spungen. Sid foi acusado pelo assassinato de Nancy em 1978.

Os coelhos, o salão de espelhos e os macacões vermelhos são referências a “Alice no país das maravilhas”. O salão de espelhos, em particular, a “Alice através do espelho”, enquanto os trajes vermelhos podem representar a Rainha Vermelha, vilã da história.


Vários aspectos da aparência e do plano dos “Tethered” (Amarrados) estão relacionados às últimas lembranças de Adelaide de sua vida na superfície. Todos os Tethered usam uma única luva, que era um acessório de Michael Jackson; O pai de Adelaide dá para ela uma camiseta de Thriller de Michael Jackson. Da mesma forma, “Hands Across America” fica na memória de Adelaide como um dos últimos eventos da cultura pop de que ela se lembrava antes de ser presa no lugar de sua cópia.


A camiseta de Thriller de Michael Jackson dada para Adelaide por seu pai na abertura do filme prenuncia o final; o filme e o videoclipe terminam com uma dúvida em relação à identidade do protagonista, pontuada com um sorriso ameaçadoramente sugestivo.

O corte inicial do filme não incluía a assustadora versão instrumental remixada de “I Got 5 On It”. Esta versão sombria foi mixada originalmente apenas para o trailer. No entanto, o público respondeu muito positivamente, que encorajou Jordan Peele a inseri-la na cena final do filme entre Adelaide e Red.

Embora nem todos os Tethereds sejam nomeados no filme, nos créditos finais todos recebem um nome designado em vermelho.

As tesouras usadas pelos Tethereds representa o objetivo de contar a ligação entre seus iguais da superfície.

Quando Jason se perde na praia, muitas das cenas referem-se diretamente às usadas em “Tubarão” (1975), durante tomadas semelhantes na praia. Jason está até vestindo uma camiseta de ‘Tubarão’, sublinhando ainda mais a reverência de Jordan Peele ao filme clássico.

Quando Addie e Zora estão conversando em seu quarto no início do filme, um dos livros na mesa final de Zora é intitulado “They Came From Below” (Eles Vieram de Baixo), que prenuncia a chegada dos Tethereds dos túneis subterrâneos.

Ao abordar o tema da dualidade, o título “Us” (nós) pode ser interpretado de duas maneiras. Em primeiro lugar, “nós” (Us) como pronome pessoal. Em segundo lugar, “Us” como uma abreviação para Estados Unidos (United States) . Durante um diálogo, ambas as interpretações são levadas em consideração quando Jason diz “Somos nós” e, mais tarde, Red diz “Somos americanos”.


“Hands Across America” foi um evento que aconteceu 1986 que visava aumentar a conscientização sobre a fome, formando uma corrente humana de uma ponta a outra dos EUA. O evento representava uma crítica à caridade (especialmente a caridade patrocinada por celebridades) funcionando perfeitamente como uma resposta à desigualdade estrutural alegorizada em “Nós” através dos Tethereds. “Hands Across America” rendeu relativamente pouco aos pobres devido a enormes despesas gerais e um grande número de compromissos não pagos. O comercial apresenta uma versão de “Les Fleurs”, que acaba sendo a música dos créditos finais do filme.

Quando a família Wilson consegue fugir no final com a ambulância, o número no teto é “1111”, o mesmo do vínculo da Bíblia (Jeremias 11:11) mostrado várias vezes durante o filme.

O funcionário do parque que administra o brinquedo Whac-a-Mole aparece vestindo uma camiseta do álbum “My War” da banda Black Flag. A capa do álbum apresenta um fantoche de mão vestindo vermelho e segurando uma faca. Além disso, a logo da Black Flag é composta por 4 retângulos pretos verticais, que também podem ser vistos como: IIII (Outra maneira inteligente de formar o 11:11).

Continue Lendo

Cinema

Five Nights at Freddy’s – Filme do Game está em Processo

A notícia que Chris Columbus (Harry Potter e a Pedra Filosofal) irá dirigir a adaptação da Blumhouse para o game de Scott Cawthon, ‘Five Nights at Freddy’s’, com o próprio Cawthon escrevendo o roteiro. E depois de quase dois anos depois do anuncio temos uma novidade sobre o projeto.

Jason Blum conversou com o Fandom na semana passada  e comentou sobre o filme:

“Está super ativo, então eu realmente sinto que temos uma chance muito boa de ver um filme de ‘Five Nights at Freddy’s'”, disse Blum. “Sinto que está realmente avançando; não está parado ou qualquer outra coisa. Pode parecer assim, porque não temos nenhum anúncio sobre isso, mas não está parado. Está avançando rapidamente. Não quero colocar uma linha do tempo, mas em breve teremos um filme. Eu realmente me sinto confiante sobre isso.”

“Estou seguindo o que sempre disse… ou o filme certo é feito ou nenhum filme é feito”, acrescentou Cawthon na época. “Eu odeio atrasar um projeto que já viu muitos atrasos, mas tenho que seguir meus instintos sobre o que acho que será emocionante e interessante, e o que acho que a base de fãs realmente deseja ver. Se isso significa que tenho que começar mais de dez vezes, é isso que vou fazer. O bom é que cada tentativa fica cada vez melhor, na minha opinião. Então, apesar dos atrasos, está indo na direção certa.”

 

Continue Lendo
Advertisement

Hype do momento