Enquanto as duas primeiras participações nos spinoffs da sinistra boneca que roubou a cena em ‘Invocação do Mal’, Annabelle, revelaram sua origem demoníaca,  agora eles estão muito mais interessados em ver Annabelle causar estragos na casa dos Warren. Logo após os eventos da sequência de abertura em ‘Invocação do Mal’, em que os protagonistas Ed e Lorraine Warren (Patrick Wilson e Vera Farmiga) intervêm com Annabelle assombrando duas jovens enfermeiras em seu apartamento e posteriormente a trancam em sua sala de artefatos, Annabelle decide despertar outras entidades malignas na sala enquanto a jovem filha dos Warrens, Judy, fica sozinha em casa com sua babá para uma noite de terror. O roteirista de longa data Gary Dauberman, que também escreveu os roteiros de ‘It – A Coisa’ e ‘It – A Coisa Capítulo 2’, fará sua estreia na direção com o que parece ser uma nova e divertida entrada no universo, ‘Annabelle 3: De Volta Para Casa’.

O site Bloody Disgusting visitou o set e contou como foi:

“Pisando no set, torna-se imediatamente claro o nível incomum de detalhes que entraram no design de produção da ‘Annabelle 3’. Andando pela casa dos Warrens, parece que alguém realmente viveu na casa naquela época, não é como apenas um conjunto construído em um estúdio. Cada armário e gaveta da cozinha estão cheios de pratos e utensílios domésticos. Os quartos adaptados a cada personagem em todos os aspectos. Mais surpreendente são os sinais de desgaste no piso para indicar anos de uso; se você movesse a geladeira na cozinha dos Warrens, você veria um piso de linóleo intocado, como faria em sua própria casa. A designer de produção Jennifer Spence, uma grande fã de terror e designer dos filmes como ‘Sobrenatural’, ‘Atividade Paranormal 3’ e muito mais, coloca muito em consideração em seus designs.”

Spence contou como foi trabalhar na produção de ‘Annabelle 3’:

“Quando olhamos pela primeira vez para todas as outras filmagens, eu estava realmente lutando para reuni-las porque a casa dos Warren nunca tinha sido mostrada de forma alguma. Não tinha sido projetada, e foram pedaços de outras casas que ficaram presos porque estavam contando outras histórias. Então, olhando para as filmagens, “isso não funciona e isso não acontece aqui”. Tudo estava tão confuso. Nós conversamos com James e Gary, eram como se fizéssemos o que queríamos. Vamos começar de novo porque não é, não estava realmente funcionando “. E James havia dito cedo que queria que se sentisse como um labirinto. Além disso, eu meio que queria fazer minhas próprias coisas de qualquer maneira. Mas há alguns quartos, obviamente o quarto que recriamos para a sala de artefatos, depois o escritório onde ele estuda e coisas assim no porão onde a freira se move ao longo da parede. Aquela sala é a mesma. Eu também usei o mesmo papel na maioria dos corredores dos outros filmes,’Invocação do Mal’. Mas além disso, a casa é nosso próprio design e o nosso próprio estilo.”

“Para mim, e eu sei que provavelmente haverá outros, então se não o ‘Invocação do Mal 3’ ou talvez ‘Annabelle 4’, eu não sei, mas eu incluí muitas áreas diferentes que não existiam antes. Existem algumas portas que não estamos necessariamente usando neste filme, mas eu queria estabelecê-las nesta casa para o caso de voltarmos. Porque essa é a coisa se você está preso a essa casa e não há outro lugar para ir e você já viu todos os quartos, então é meio difícil. Portanto, há alguns quartos no andar de cima que nunca foram vistos. E então eu tenho um na escada. E então eu fiz um na sala de artefatos no chão. Só por algo extra para dar não apenas a oportunidade para nós, mas para qualquer outro diretor que possa assumir o comando.” Um exemplo do conjunto meticuloso e detalhes que valeram a pena em filmes anteriores seria o aparador em ‘Annabelle 2: A Criação do Mal’. Foi Spence quem teve a ideia de acrescentar o aparador à casa dos Mullins, e o diretor David F. Sandberg adorou tanto que criou uma sequência assustadora em torno dele. O trabalho impressionante de Spence no design de produção desempenha um fator importante na atmosfera assustadora do universo, e seu amor ao terror significa que ela continuará a ser uma grande força no gênero.

Rivalizando sua paixão por terror está a jovem fã de terror McKenna Grace (A Maldição da Residência Hill), que protagoniza Judy Warren, filha de Ed e Lorraine, que entende o mundo do paranormal por causa do trabalho de seus pais. A atriz de 13 anos de idade é uma grande fã dos filmes ‘Invocação do Mal’, então ter conseguido o papel da filha dos Warrens foi um sonho que se tornou realidade para Grace, que compartilha como é a transição da grande fã para entrar no universo:

Não é assustador, é muito divertido. Como quando eu sabia que ia interpretar Judy, eu estava no treino de líderes de torcida e comecei a chorar. É realmente emocionante…Mas sei que vou ter muita responsabilidade porque o Sr. Patrick e a Sra. Vera, tem trabalhado muito, muito bem em todos os seus filmes, e eu amo. Eu realmente quero que este fique muito bom.” McKenna comentou sobre sua paixão por filmes de terror: “Sou uma grande fã, são meus favoritos. Meu pai e eu assistimos à eles o tempo todo juntos. Bloody pergunta: ”Seu favorito absoluto? Sem hesitação? e Grace responde: “O Iluminado. É o meu favorito de todos os tempos.”

Em uma cena Judy e sua babá Mary Ellen (Madison Iseman, de Goosebumps 2) encontram Daniela (Katie Sarife), a melhor amiga de Mary Ellen, no escritório de Ed, examinando seus arquivos de casos e assistindo a imagens desses casos no projetor.

Essa filmagem introduz uma das principais entidades que Annabelle vai soltar sobre as garotas – a Noiva.

No canto da sala de artefatos dos Warrens há um manequim com um vestido de noiva e véu. A filmagem do projetor mostra Ed e Lorraine investigando o caso por trás daquele vestido assombrado. A dupla explica que esse vestido possui a noiva, fazendo com que ela assassine seu noivo. As manchas de sangue no vestido desaparecem, permitindo que ele passe para uma nova noiva desavisada e comece o ciclo de novo. O pobre homem que chamou Ed e Lorraine por ajuda foi provocado pelo vestido, criando uma nova entidade com potencial de spinoff.

A cena também inicia a dinâmica e as personalidades do trio principal. Judy é quieta e reservada, mas demonstrar um conhecimento mais amplo sobre o paranormal do que seus pais provavelmente sabem que ela possui. O fato de ela se preocupar com sua mãe também significa que Judy provavelmente se tornará uma adversária formidável para a ameaçadora Annabelle. Mary Ellen diz sobre sua personagem: “Ela é muito pura e meio que a garota que teve um passado, mas nada vai machucá-la agora. Ela é muito unida em todos os sentidos. Então, é claro, quando tudo dá errado, ela provavelmente tem mais dificuldade para lidar com isso, porque não é assim que a vida dela é.“ Por outro lado, Daniela, a melhor amiga de Mary Ellen, é extrovertida com extrema curiosidade sobre o trabalho que os Warrens fazem. Sarife explica: “Ela é uma amiga muito divertida que encontra o humor em tudo. Ela também tem essa curiosidade selvagem com a vida após a morte e tudo mais, porque ela tinha um ente querido perdido. Então, ela está muito interessada em todas essas coisas.” Essas garotas terão que se unir se quiserem sobreviver à noite.

Embora a Noiva possa ser apenas uma das muitas entidades garantidas para assustar as garotas e o público, este é o filme de Annabelle e ela continua sendo uma presença sinistra e enervante, tanto dentro quanto fora das câmeras.

Como a maior parte da história acontece dentro da casa de Warren, as cenas foram filmadas em ordem cronológica. Isso significa que, durante a nossa visita, as coisas mais assustadoras ainda não foram filmadas. Iseman contou seu primeiro encontro com Annabelle: “Recentemente fizemos nossa primeira cena com Annabelle. E nem era eu, era a cena de Katie. Eu estava apenas assistindo. É assustador. E, claro, só de assistir os dois primeiros filmes da Annabelle, é só … ela é assustadora. Ela vai olhar para você e não é nada divertido. Eu lembro de ter conseguido meu primeiro encontro com Gary, ela estava apenas relaxando em seu escritório e nós entramos. Eu estava tipo, “ok, vamos revisar o roteiro”. Annabelle estava saindo com a gente. Ela é assustadora.” Sarife conta também sua experiência: “As bonecas eram meu maior medo quando eu crescia. Eu ficava petrificada nas minhas bonecas…Toda vez que eu digo qualquer coisa que possa irritar Annabelle, eu fico tipo “é brincadeira, é brincadeira!”

Este é um capítulo mais direcionado à ‘Invocação do Mal’, aumentando ainda mais os inimigos e incluindo um elenco mais jovem para enfrentar o mal. Uma potencial nova heroína de longo prazo é Judy que possa vir muitos outros capítulos após ‘Annabelle 3: De Volta Para Casa’ que prepara algo muito diferente prometendo trazer tanto diversão quanto muitos sustos.

Deixe um comentário