Cola na gente

curiosidades

Sistema da Microsoft Permite “Conversar com os Mortos”

Isso é muito Black Mirror!

Pra que a Microsoft concedeu uma patente dessas não sabemos, segundo a CNN a nova tecnologia desenvolvida por membros da empresa poderia te colocar em uma conversa virtual com um ente querido falecido.

No mês passado a Microsoft adquiriu a patente de uma tecnologia muito parecida com um episódio da série “Black Mirror“. Essa tecnologia cria um chatbot a partir de uma pessoa específica, “como um amigo, um parente, um conhecido, uma celebridade, um personagem fictício, uma figura histórica”, essas são algumas informações de acordo com o pedido junto ao escritório de patentes dos EUA, o US Patent and Trademark Office. Conversar com Michael Jackson, pedir conselhos para aquele amigo que já partiu. Seria um tanto assustador.

Mas se você já quer pra ontem essa tecnologia, pode tirar o cavalinho da chuva, porque a Microsoft não tem intenções de transformar isso em um produto (não agora).

O gerente geral de programas de Inteligência Artificial (IA) da Microsoft, Tim O’Brien, disse em um tuite:

“Estou analisando isso – a data de aplicação (abril de 2017) é anterior às análises de ética de IA que fazemos hoje (estou no painel) e não tenho conhecimento de nenhum plano para construir/vender (e sim, é perturbador)”
.

Sistema da Microsoft Permite "Conversar com os Mortos"

As informações da patente indica que o programa coletaria “dados sociais”, como fotos, postagens as redes, mensagens, dados de voz e e-mails, e então os dados seriam usados para treinar um chatbot para “conversar e interagir de acordo com a personalidade de uma pessoa específica”. Também poderia contar com fontes de dados externas, caso o usuário fizesse uma pergunta que não pudesse ser respondida com base nos dados sociais da pessoa.

“Conversar usando a personalidade de uma pessoa específica pode incluir determinar e/ou usar atributos de conversação da pessoa específica, como estilo, dicção, tom, voz, intenção, duração e complexidade da frase/diálogo, tópico e consistência”, bem como usar atributos comportamentais, como interesses e opiniões, e informações demográficas, como idade, sexo e profissão, afirma a patente.

Pode ser que a Microsoft esteja trabalhando nessa tecnologia para a melhoria de reconhecimento facial, voz ou até mesmo criar imagens e vídeos para com uma voz em um modelo 2D ou 3D da pessoa para aprimorar o chatbot para atendimentos. Embora a Microsoft não tenha planos de criar um produto a partir da tecnologia, a patente indica que as possibilidades seja para as criações de inteligências artificiais a partir de modelos virtuais de pessoas reais.

O pedido de patente da Microsoft foi protocolado em abril de 2017, período antes da empresa trabalhar com IA. Atualmente, a Microsoft tem um Escritório de IA Responsável e um Comitê de IA, Ética e Efeitos em Engenharia e Pesquisa, que ajudam a supervisionar suas invenções.

Tá, depois desse tanto de informação e de saber que a Microsoft não pretende lançar um app do Black Mirror, mas pode pegar os dados de uma pessoa real e criar uma inteligência artificial é ainda mais assustador!

O que você acha disso tudo? Perigoso? Comente lá sua opinião no nosso instagram/twitter @trilhadomedo

Fonte: CNN Brasil

curiosidades

[Trilha do Medo Podcast] Paciente 63 – Nova Áudiossérie de Ficção do Spotify com Mel Lisboa e Seu Jorge

O podcast de hoje é sobre uma nova série em áudio que está sendo trazida para o Brasil pelo Spotify. A série Paciente 63 trata de assuntos como viagem no tempo e pandemias ainda piores do que a que vivemos com o Covid-19, uma ficção científica com um pé na realidade de teorias e estudos sobre tempo e extinção da humanidade.

Dra. Elisa Amaral é uma psiquiatra dividida entre a realidade e o delírio de um enigmático paciente: Pedro Roiter, 39 anos, número da ficha clínica 63. Seu delírio principal gira em torno da ideia de ter vindo do ano de 2062 com uma missão do passado para mudar o futuro da humanidade. Prepare-se para relatos que ameaçam as fronteiras do possível e do real.
Paciente 63, uma audiossérie Original Spotify com roteiro original de Julio Rojas e protagonizada por Mel Lisboa e Seu Jorge, estreia com 10 episódios em 22 de julho, grátis, só no Spotify.

Criada por: Julio Rojas
Adaptada por: Ultrassom
Elenco: Mel Lisboa, Seu Jorge
Vozes adicionais: Veridiana Toledo, Heitor Goldflus, Nelson Baskerville, Marcelo Galdino, Clara Carvalho, Rafael Maia e Lavinia Lorenzon
Produtores Executivos: Flavia Feffer e Ruben Feffer
Tradução, adaptação de roteiros e direção de voz: Gustavo Kurlat
Edição, mixagem e desenho de som: Francisco Tapia, Alejandro Parada e Alex Vilches
Música original: Mowat
Identidade visual: Hueso

Continue Lendo

 

Agora voce pode ajudar a trilha do medo

Trilha do Medo no Facebook

As Melhores Trilhas Sonoras de filmes de Terror

Ouça nossa playlist de filmes de terror / séries no Spotify com um montão de trilhas sonoras:

Hype do momento