O diretor do clássico ‘O Exorcista’, William Friedkin filmou um exorcismo real e o mostra no documentário ‘O Diabo e o Padre Amorth’ (The Devil and Father Amorth) que chega à Netflix hoje (23 de Julho).

O documentário foi filmado no ano de 2016, alegando que Friedkin gravou uma possessão na vida real.

Friedkin comentou que, “Na época de O Exorcista não sabíamos como era feito um exorcismo: inventamos tudo. Mas eu não tinha a intenção de fazer esse documentário. Estava na Itália para receber um prêmio, no ano passado e decidi em um impulso pedir para um amigo teólogo para entrar em contato com o padre Amorth. Eu já sabia que ele havia visto e elogiado meu filme em um livro que escreveu”.

As gravações acompanham o exorcismo da arquiteta Cristina, que chegou a passar por outras 9 sessões do mesmo procedimento.

Deixe um comentário