A famosa história da espada de Excalibur na pedra, rei Arthur e etc, ganhou uma nova roupagem direcionada para o público mais jovem e para toda a família.

‘O Menino que queria ser Rei’ é uma aventura despretensiosa que nos diverte e decorre suas duas horas bem depressa. O longa tem um ótimo ritmo ao desenrolar sua história que muitos já conhecem, com algumas diferenças um tanto curiosas, mas nada muito notável.

Escrito e dirigido por Joe Cornish que trabalhou em ‘As Aventuras de Tintim’, ‘Homem-Formiga’ traz toda sua habilidade em contar histórias sem cansar o espectador. Resoluções durante uma fuga, perguntas com respostas, a mudança constante de ambientação faz com que o filme passe o tempo sem percebermos.

Louis Ashbourne Serkis interpreta o pequeno Alex, o ator mirim filho de Andy Serkis (Pantera Negra), faz sua estreia como protagonista em um longa metragem, e é impossível não ficar lembrando de Andy, a cara de um foucinho de outro. Destaque também para Patrick Stewart que fez a versão adulta de Merlim, um Stewart divertidíssimo, apesar de sua pequena participação, assim como a de Rebecca Ferguson a bruxa Morgana.

Agora vamos falar do jovem mago Merlim, interpretado por Angus Imrie, que deixa sua marca de uma maneira surpreendente. Seus movimentos rápidos com as mãos, seus estalar de dedos para conjurar suas magias é realmente algo viciante. Você sai do cinema querendo fazer os mesmos movimentos, principalmente a criançada.

E se você quer aprender (assim como nós) como fazer a magia de ‘Controle de Mentes’, assista o vídeo abaixo:

O filme ‘O Menino que queria ser Rei’ já está em cartaz nos cinemas.