Cola na gente

Cinema

Versão de 3 horas de ‘Doutor Sono’ é “mais literária”

Essa semana foi anunciado o corte de 3 horas de ‘Doutor Sono’ por Mike Flanagan que será oferecido digitalmente em 21 de janeiro e será lançado em Blu-ray dia 4 de fevereiro na gringa, em uma entrevista para o site Collider, Flanagan comentou que podemos esperar 30 minutos de filmagens novas.

“Realmente nos deixou fazer isso direito – é um novo corte final, completo e totalmente polido do filme”, ​​explicou Flanagan ao site. “Há material novo durante todo o filme. Algumas delas são coisas novinhas em folha que nunca foram incluídas no corte teatral, e também há algumas cenas estendidas (ou alteradas) também.”

Ele continuou: “Existem algumas novas cenas grandes, com certeza. Não quero estragar nada disso, mas posso dizer que há material novo por toda parte (inclusive no ato final no Overlook). Algumas das minhas coisas favoritas envolveram o jovem Danny e Wendy (há um ótimo material com Alex Essoe que eu estou emocionado), e serão familiares para os fãs do livro. Também há muitas novidades envolvendo a jovem Abra no primeiro ato do filme, aprendendo sobre o brilho dela e como isso afeta seus pais.”

“E há algumas surpresas que definitivamente não vou estragar aqui.”

Nas próprias palavras de Flanagan, o “Director’s Cut” apresenta uma versão “mais literária” do filme, com uma estrutura totalmente diferente; esse corte divide o filme em capítulos, como um romance.

Vamos aguardar essa versão aqui no Brasil ansiosamente. Enquanto isso continue caminhando pela Trilha do Medo.

Cinema

“Skull: A Máscara de Anhangá” chega às telas brasileiras com exibição na TV e plataformas digitais.

No próximo fim de semana o filme “Skull: A Máscara de Anhangá” chega às telas brasileiras com exibição no Canal Brasil e estreia nacional em plataformas digitais.

O filme estreia no dia 28 de Outubro em plataformas digitais e no Canal Brasil compondo o Cineterror em 30 de Outubro à 1h10. Lançado nos EUA como “A Shudder Original”, foi distribuído em mais de 10 países e destaque na mídia internacional.

O slasher místico foi destaque em diversas mídias, como o The Guardian que o considerou como “Um masterclass em carnificina”, o site Gizmodo chamou o filme de “Um prazer para os fãs de filmes Splatter”, a revista Variety o classificou como um “Mergulhado no Gore”, The Wall Street Journal o citou como “Um filme Splatter sem limites”, e a revista Fangoria alertou “Skull: A Máscara de Anhangá é NSFW AF”.

Sinopse: Após décadas desaparecido, um artefato místico conhecido como “A Máscara de Anhangá” ressurge na metrópole de São Paulo. A máscara possui o imenso poder de encarnar uma entidade milenar. A policial Beatriz Obdias e o herdeiro da guarda do artefato, Manco Ramirez são arrastados para o rastro de terror e sangue deixado pela Máscara.

Direção e roteiro de Armando Fonseca e Kapel Furman. Estrelando Natallia Rodrigues, Ricardo Gelli, Ivo Müller e Wilton Andrade. O longa ganhou diversos prêmios, dentre eles o de Melhor Atriz e Melhor Direção de Arte no Festival de Cinema de Caruaru, e Melhor Direção e Melhores Efeitos Especiais pela ACCRJ no Festival Rio Fantastik, além de ser nomeado para Melhores Efeitos Gore pelo prestigiado festival Fright Fest (Reino Unido).

Ricardo Gelli em Skull A Máscara de Anhangá poster tdm
Ricardo Gelli em Skull A Máscara de Anhangá imagens tdm

Skull A Máscara de Anhangá imagens tdm

“Skull: A Máscara de Anhangá” chega às telas brasileiras com exibição na TV e plataformas digitais.

Natallia Rodrigues em Skull A Máscara de Anhangá imagens tdm

Continue Lendo

 

Agora voce pode ajudar a trilha do medo

Trilha do Medo no Facebook

Podcast

Hype do momento