Cola na gente

Notícias

Terrores Urbanos | Série de terror da Record reúne lendas urbanas assustadoras

Nova série de terror “Terrores Urbanos” da TV Record com coprodução da Sentimental Filme reúne diretores especializados no gênero, retratando lendas e histórias assustadores do imaginário urbano como “A Loira do Banheiro”, “A Gangue do Palhaço” e até “O Homem do Saco”.

“Terrores Urbanos” retrata histórias de terror psicológico que envolvem algumas das mais famosas lendas urbanas brasileiras como a “Loira do Banheiro”, “O Quadro do Menino que Chora”, “Gangue do Palhaço”, “O Homem do Saco” e “O Boneco Amigão”. A série conta com cinco episódios de 40 minutos e tem previsão de estreia para 2019.

No projeto, a produtora Sentimental Filme reuniu alguns dos principais nomes em direção do gênero da atualidade, que conquistaram reconhecimento internacional. Fernando Coimbra, primeiro diretor brasileiro a dirigir um filme original para o Netflix, o “Sand Castle”, e um dos diretores da série “NARCOS” (primeira e terceira temporada), assume a direção geral e a do primeiro e quinto episódios, que conta ainda com Juliana Rojas e Felipe Adami para direção dos demais.

Terrores Urbanos

Episódios:
EP 01 Loira do Banheiro: Bianca, uma típica patricinha dos Jardins, tem uma forte ligação com o banheiro do colégio: ela é bulímica. A falta de atenção dos pais, a solidão e a quietude atípica da rotina da adolescente, torna Bianca refém da doença. Nessas constantes idas ao banheiro e com o avanço das graves consequências do distúrbio alimentar, Bianca começa uma transformação assustadora: entra em fases de delírio e confusão mental e ganha um aspecto estranho e cadavérico, que atrai e se confunde com a lendária Loira do Banheiro. Elenco: Duda Balestero, Rafa Mandelli, Renata Dutra, Daniela Arantes, Tiffany Alvares, André Guerreiro, Maria do Carmo, Matheus Fagundes, Pedro Lopes, Vanessa Loren, carolina Guerra, Thiago Pinheiro e Cláudia Assunção} Direção: Fernando Coimbra

EP 02 A Gangue dos Palhaços: Rosane é uma bela mulher que sempre quis o melhor da vida. Casou-se com um empresário do ramo de segurança e hoje vive o auge de uma vida confortável e luxuosa. Mora numa mansão em um bairro abastado de São Paulo e passa seus dias entre o tédio de frequentar lojas caras, as corridas matutinas e cuidar do filho, Tavinho. Com a prisão de Otávio, investigado como chefe de uma quadrilha de assaltantes que se travestem como ingênuos palhaços, Rosane acaba isolando-se em casa, vítima de seus medos, ansiedade e inseguranças. É quando toma o conhecimento acerca de uma lenda, sobre uma gangue de palhaços que sequestrava crianças e vendiam seus órgãos. O terror passa a tomar conta do cotidiano de aparências de Rosane. Temendo por sua vida e a do filho, Rosane acaba obcecada em acompanhar a rotina da casa através das câmeras de segurança, com receio de que a gangue de palhaços invada seu espaço seguro e de extrema vigilância. Elenco: Julia Lund, Igor Moraes, Luciano Bortoluzzi, Agnes Zuliani, Rodrigo dos Santos, Fernando Eiras, Vanessa Prieto, Roberto Audio, Natália Moraes, Rael Berja, Stephaine Degreass, Duda Tavarez e Luís Mármora. Direção: Felipe Adami

EP 03 – O Quadro do Menino que Chora: Dr. Hélio, um oncologista que pesquisa a cura para cânceres sólidos, inicia uma etapa decisiva no tratamento de seus pacientes. A chegada misteriosa de um quadro que figura um menino chorando e as pressões que o médico sofre ao longo dos cinco dias de tratamento trazem à tona a lembrança de uma criança que morreu sob os seus cuidados e fazem com que ele perca o controle da pesquisa, caminhando rumo à sua própria destruição. Elenco: Augusto Madeira, Helena Albergaria, Sérgio Mastropasqua, Ana Kutner, Dante Gattai, Marco Bravo, Teka Romualdo, Fernanda Stefaski, Chris Couto, Jerusa Franco, Lianna Matheus, Julio Silvério, Ivan Capua, Guilherme Ródio e Tales Jaloretto. Direção: Juliana Rojas

EP 04 – O Boneco Amigão: Aline é uma gerente que trabalha numa empresa de consultoria de finanças para o setor corporativo. Casada com Marcos há 9 anos, está grávida de quase 40 semanas e ainda assim consegue articular com maestria sua vida profissional e a pessoal, principalmente a educação do filho Dudu, 7 anos. Após o nascimento de Maria, começa a apresentar sintomas de depressão pós-parto – principalmente uma desconexão com a nova bebê – e vê sua casa e suas relações pessoais saírem de seu controle. Certo dia, sua sogra Sônia, uma psiquiatra renomada, presenteia Dudu com o boneco amigão. O que de início parece uma amizade imaginária pura, suprindo a carência do menino por ter deixado de ser o filho único, evolui para uma relação sinistra. Aline percebe que a personalidade de Dudu vai se alterando e começa a achar que o boneco pode ser o responsável. Elenco: Natália Lage, Enzo Barone, André Bankoff, Magali Biff, Maria Tuca Fanchin, Eduardo Gomes e Henrique Hennies. Direção: Juliana Rojas

EP 05 – O Homem do Saco: Quem nunca teve pesadelos com uma Lenda Urbana, e achou que poderia ser levado pelo homem do saco quando criança? Com Julia não é diferente. Quando sua mãe lhe diz que ela terá que passar uma semana com a tia, ela fica preocupada! Dizem que a tia já perdeu uma criança quando era babá. Jane, a tia, é uma vendedora de cosméticos aparentemente comum. Todos os dias sai à luta, levando sua mala cheia de produtos – um deles faz o maior sucesso! Ela nunca soube o tinha por trás daqueles sabonetes artesanais. Preocupa-se também quando a irmã lhe pede um favor: cuidar da sobrinha por uma semana. Todo o passado vem à tona “E se ela sumir também? Não foi minha culpa. Ele saiu correndo no parque e nunca mais voltou!” ela pensa. Na mesma semana em que Julia está hospedada na casa de Jane, barulhos começam a aparecer, ela vê um vulto na janela e se apavora. Vai atrás, mas não vê ninguém… Até que acorda com gritos da vizinha, dizendo que o filho sumiu! Seria o tal homem do saco? O que será que está por trás desses desaparecimentos de crianças? Elenco: Annalara Prates, Cris Lago, João Signorelli, Janaína Leite, Luciana Carnielli, Rosana Maris, Veridiana Toledo, Shirley Cruz, Angela Ribeiro e Matheus Costa. Direção: Fernando Coimbra

Terrores Urbanos

Fernando Coimbra começou a carreira dirigindo curtas e seu primeiro longa-metragem, o suspense “O Lobo Atrás da Porta”, ganhou o prêmio de melhor filme da mostra Horizontes Latinos, no Festival de Cinema de San Sebastián (Espanha), melhor longa dos jurados no Festival do Rio 2013 e foi indicado como melhor diretor estreante no Directors Guild of America. No gênero de terror, dirigiu um episódio da série “Outcast” exibido pela Cinemax nos EUA e Fox Premium no Brasil.

A Sentimental Filme está há 16 anos no mercado e se consolida com o investimento em conteúdo audiovisual, ampliando o foco de atuação da publicidade para o entretenimento com o desenvolvimento de propriedades intelectuais, entre séries de ficção, factuais para TV e longas metragens de ficção para o cinema. A primeira produção para televisão foi a série factual “Eu Me Movo” uma coprodução com o canal SporTV/Globosat para o ciclo Olímpico da Rio 2016, e que já conquistou os prêmios de melhor documentário no NY Festival e 35º Milano International Ficts Fest, importante premiação internacional que conta com o aval do COI (Comitê Olímpico Internacional).

Agora, a produtora investe fortemente para colocar a ficção em um patamar diferenciado e, com “Terrores Urbanos”, aposta em um subgênero de terror ainda pouco explorado no mercado do audiovisual brasileiro.

Visualizar esta foto no Instagram.

Mais um pouquinho de making of para vocês!

Uma publicação compartilhada por Terrores Urbanos (@terroresurbanos) em

animação

“Blade Runner” – Novidades sobre a série animada

O canal Adult Swim em parceria com a empresa Crunchyroll responsável por distribuição e licenciamento de animações, desenvolveram uma série animada baseada no clássico cult “Blade Runner” de Ridley Scott.

Ainda não foram divulgadas mais informações sobre essa nova investida no universo futurista de Rick Deckard (Harrison Ford).

Intitulada “Blade Runner: Black Lotus”, se passará no ano de 2032, 17 anos antes de ‘Blade Runner 2049’, e sua primeira temporada será composta por treze episódios. Os diretores responsáveis são Shinji Aramaki (Appleseed) e Kenji Kamiyama (Ghost in the Shell: Stand Alone Complex).

Continue Lendo

Notícias

Assista aos primeiros minutos da segunda temporada de “The Boys”

A Amazon liberou recentemente um vídeo com os primeiro momentos da segunda temporada de “The Boys”, a série chega ao Prime Video no dia 4 de Setembro.

“The Boys” é uma série com uma visão irreverente do que acontece quando super-heróis são tão populares quanto celebridades, tão influentes quanto políticos e tão reverenciados quanto deuses, abusam de seus superpoderes em vez de usá-los para o bem. Contra esses super poderosos, está um grupo de pessoas normais embarcando em uma missão heroica para expor a verdade sobre “Os Sete” e seu formidável apoiador Vought.

Continue Lendo

Cinema

Curiosidades do filme “Nós”

Curiosidades de “Nós” de Jordan Peele, estrelado por Lupita Nyong’o, Winston Duke e Elisabeth Moss, que aborda uma família confrontada por um grupo de doppelgängers.

Lupita Nyong’o baseou a voz de Red em Robert F. Kennedy Jr., especificamente a disfonia espasmódica da qual ele sofre.

O versículo da Bíblia que aparece continuamente no filme (Jeremias 11:11) diz: “Portanto, assim diz o Senhor: Eis que trarei mal sobre eles, dos quais não poderão escapar; e, ainda que clamem a mim, Não lhes darei ouvidos”.


Assim como em “Os Garotos Perdidos (1987)”, várias cenas importantes acontecem no calçadão da praia de Santa Cruz. Isso é até mencionado quando a mãe de Adelaide (Anna Diop) diz: “Você sabe, eles estão filmando um filme ali no carrossel”.


Os cineastas não tiveram muito trabalho ao filmar no calçadão da praia de Santa Cruz, já que muitos jogos e brinquedos são originais desde a década de 1910. Além disso, de fato, existe um sistema de túneis subterrâneos sob o lugar, embora seja usado principalmente para armazenamento e abrigo em caso de emergência.

Imagens de arquivo da socialite Nicole Richie, de quando ela tinha 5 anos, aparecem no comercial Hands Across America no início do filme.

Os personagens de Duke Nicholson se chama Danny, e Jordan Peele lhe disse para interpretar o papel como Lloyd, o barman de O Iluminado (1980), sem perceber na época que ele era neto de Jack Nicholson.

Ironicamente, o nome da assistente virtual dos Tyler, Ophelia, vem do grego “ophéleia”, que significa “ajuda”.

(Cerca de 00:29:55) Gabe assiste uma partida de beisebol na televisão e o placar é anunciado como empatado em 11×11, um dos times é o Minnesota que tem o apelido de Twins (gêmeos).


Na cena inicial em que o comercial “Hands Across America” foi exibido, podemos ver o VHS de “C.H.U.D. – A Cidade das Sombras” (1984) e “Os Goonies” (1985) na prateleira à esquerda da TV. “C.H.U.D” é sobre criaturas subterrâneas e “Goonies” se passa principalmente em túneis subterrâneos.

A lanchonete onde a família vai comer é a “Copperpots”, uma referência a Chester Copperpot, o lendário caçador de tesouros de “Os Goonies” (1985).

O primeiro trabalho das gêmeos Cali Sheldon e Noelle Sheldon foi revezar o papel da bebê Emma na temporada final da série “Friends”.


“I Got 5 On It”, da dupla de hip-hop Luniz, é a música apresentada no trailer do filme e remixada em várias cenas. A música foi lançada em maio de 1995. Foi certificada como single de platina (um milhão de unidades vendidas) em outubro de 1995. O título significa dividir um pacote de $10 dólares (de maconha) entre duas pessoas.

Há uma personagem chamada Nancy cuja sua cópia se chama Syd. Esta é uma referência ao músico Sid Vicious da banda Sexy Pistol e sua namorada Nancy Spungen. Sid foi acusado pelo assassinato de Nancy em 1978.

Os coelhos, o salão de espelhos e os macacões vermelhos são referências a “Alice no país das maravilhas”. O salão de espelhos, em particular, a “Alice através do espelho”, enquanto os trajes vermelhos podem representar a Rainha Vermelha, vilã da história.


Vários aspectos da aparência e do plano dos “Tethered” (Amarrados) estão relacionados às últimas lembranças de Adelaide de sua vida na superfície. Todos os Tethered usam uma única luva, que era um acessório de Michael Jackson; O pai de Adelaide dá para ela uma camiseta de Thriller de Michael Jackson. Da mesma forma, “Hands Across America” fica na memória de Adelaide como um dos últimos eventos da cultura pop de que ela se lembrava antes de ser presa no lugar de sua cópia.


A camiseta de Thriller de Michael Jackson dada para Adelaide por seu pai na abertura do filme prenuncia o final; o filme e o videoclipe terminam com uma dúvida em relação à identidade do protagonista, pontuada com um sorriso ameaçadoramente sugestivo.

O corte inicial do filme não incluía a assustadora versão instrumental remixada de “I Got 5 On It”. Esta versão sombria foi mixada originalmente apenas para o trailer. No entanto, o público respondeu muito positivamente, que encorajou Jordan Peele a inseri-la na cena final do filme entre Adelaide e Red.

Embora nem todos os Tethereds sejam nomeados no filme, nos créditos finais todos recebem um nome designado em vermelho.

As tesouras usadas pelos Tethereds representa o objetivo de contar a ligação entre seus iguais da superfície.

Quando Jason se perde na praia, muitas das cenas referem-se diretamente às usadas em “Tubarão” (1975), durante tomadas semelhantes na praia. Jason está até vestindo uma camiseta de ‘Tubarão’, sublinhando ainda mais a reverência de Jordan Peele ao filme clássico.

Quando Addie e Zora estão conversando em seu quarto no início do filme, um dos livros na mesa final de Zora é intitulado “They Came From Below” (Eles Vieram de Baixo), que prenuncia a chegada dos Tethereds dos túneis subterrâneos.

Ao abordar o tema da dualidade, o título “Us” (nós) pode ser interpretado de duas maneiras. Em primeiro lugar, “nós” (Us) como pronome pessoal. Em segundo lugar, “Us” como uma abreviação para Estados Unidos (United States) . Durante um diálogo, ambas as interpretações são levadas em consideração quando Jason diz “Somos nós” e, mais tarde, Red diz “Somos americanos”.


“Hands Across America” foi um evento que aconteceu 1986 que visava aumentar a conscientização sobre a fome, formando uma corrente humana de uma ponta a outra dos EUA. O evento representava uma crítica à caridade (especialmente a caridade patrocinada por celebridades) funcionando perfeitamente como uma resposta à desigualdade estrutural alegorizada em “Nós” através dos Tethereds. “Hands Across America” rendeu relativamente pouco aos pobres devido a enormes despesas gerais e um grande número de compromissos não pagos. O comercial apresenta uma versão de “Les Fleurs”, que acaba sendo a música dos créditos finais do filme.

Quando a família Wilson consegue fugir no final com a ambulância, o número no teto é “1111”, o mesmo do vínculo da Bíblia (Jeremias 11:11) mostrado várias vezes durante o filme.

O funcionário do parque que administra o brinquedo Whac-a-Mole aparece vestindo uma camiseta do álbum “My War” da banda Black Flag. A capa do álbum apresenta um fantoche de mão vestindo vermelho e segurando uma faca. Além disso, a logo da Black Flag é composta por 4 retângulos pretos verticais, que também podem ser vistos como: IIII (Outra maneira inteligente de formar o 11:11).

Continue Lendo
Advertisement

Hype do momento