Cola na gente

Cinema

Gaspar Noé cita cineasta brasileiro e curiosidades do polêmico ‘Climax’

O diretor Gaspar Noé marcou presença no Brasil para falar sobre seu novo filme, ‘Climax’, que foi gravado em apenas 15 dias, e toda a pré e pós produção duraram 4 meses de trabalho.

Noé comentou que o ritmo de gravação foi muito bom, porque o filme ficou mais barato para produzir. Utilizando vários planos sequências, muitos bailarinos e menos atores tão conhecidos, barateou toda a produção. A filmagem foi conduzida em ordem cronológica, o roteiro bem curto e muitos diálogos improvisados.

“Dirigir um filme é como uma montanha russa” – comentou Gaspar.

A cena mais difícil em nível de atuação foi com uma personagem grávida. Ele adorou as atuações nessa parte. Um contorcionista foi contratado de uma maneira bem peculiar: Eles viram em um canal de TV na África, entraram em contato pelo facebook e o convidaram para o filme.

Nina McNelly que já trabalhou com Rihanna, Sia, Christina Aguilera, MØ, ficou responsável pela coreografia e também por ajudar a selecionar os dançarinos. Cada personagem tinha seu estilo de dança. Gaspar contou que o tipo de dança mostrado no longa hipnotiza ele. “Eu vejo o filme como um psicose/paranoia coletiva e quis registrar isso.”

Porque escolheram danças para representar a história?
Gaspar: “A história original não se passa envolvendo danças, existem pouquíssimos registros sobre o que aconteceu de verdade. Eu decidi usar a música porque gosto muito desse estilo. Esse tipo de batida e quando as pessoas estão dançando, é algo hipnotizante, não consigo não olhar e não ficar de queixo caído.”

Como eram feita as cenas de dança, tinha músicas nas gravações?
Era complicado, porque se usassem uma música com direitos e não conseguissem os direitos na finalização, seria um grande problema. E também por causa dos ruídos que os atores faziam durante as performances, ele queria captar o som e atrapalhava. Durante algumas cenas que eram apenas danças, uma música eletrônica foi utilizada sem os agudos e alguns outros tons, deixando apenas o grave, e os dançarinos dançavam ao som das batidas. A coreografa McNelly dava as coordenadas e auxiliava cada um com seu estilo de dança.

“Eu não gosto de música contemporânea, clássica, eu gosto desse tipo de música”

Gaspar Noé também citou Zé do Caixão e diz gostar dos trabalhos dele: “…é uma representação divertida da realidade, e é o que eu também busco produzir sempre” – por isso Noé se identifica com o cinema do Mojica.

Gaspar citou que não gosta do cinema convencional, com iluminação estratégica, e prefere algo mais realista. Ele citou que seu filme tem muitas cores quentes, porque quando pensa em algo, são essas cores que vem no seu pensamento, e assim ele se identifica na hora de construir, é algo pessoal, não é nenhum tipo de psicologia das cores.

Quer saber mais sobre Climax, entre aqui. O filme estreia essa semana, dia 31 de janeiro.

Agradecimento especial ao Rafael da Hipnóticos Filmes e Analu do Terror de Quinta pelo apoio à matéria. E Imovision pelo convite para a coletiva.
Advertisement
Clique para comentar

Cinema

Pegadinha de Halloween dá errado em “Let’s Scare Julie” – Veja Trailer e pôster

Pegadinha de Halloween dá errado em "Let’s Scare Julie" - Veja Trailer e pôster

“Um grupo de adolescentes começa a assustar sua nova vizinha, mas a pegadinha se transforma em terror quando algumas delas não voltam.”

“Let’s Scare Julie” é um filme de terror independente escrito e dirigido por Jud Cremata. Hoje foi divulgado que o lançamento do filme no mercado norte americano será diretamente para plataformas digitais e onDemand no dia 2 de outubro de 2020, por aqui ainda não foi divulgada uma data.

No elenco estão Isabel May, da série da Netflix “Alexa & Katie”, Odessa Adlon, Brooke Sorenson, Jessica Sarah Flaum, Blake Robbins, Valorie Hubbard, Troy Leigh-Anne Johnson e Bill Timoney.

O roteiro foi usado apenas como uma diretriz para que os atores improvisassem durante as gravações, criando um realismo corajoso. “Let’s Scare Julie foi filmado em uma tomada contínua e ininterrupta; uma vez que a câmera começou a rodar, ela não parou até o fim ”, conforme relatado em um comunicado. “Não houve cortes, tomadas alternativas ou filmagens adicionais usadas durante as filmagens. Esses eventos aconteceram em tempo real.”

Pegadinha de Halloween dá errado em Let’s Scare Julie - Veja Trailer e pôster

Continue Lendo

Cinema

Blumhouse e Amazon anunciam Antologia de Terror para Outubro

A Blumhouse já se tornou uma das principais produtoras do gênero terror e ela vai fazer barulho no mês do Halloween ,com ou sem pandemia.

Junto com a Amazon Studios uma antologia de filmes de terror, isso mesmo, de filmes – vai estrear no mês de outubro. Serão quatro novos filmes de terror produzidos pela Blumhouse – “Welcome to the Blumhouse” apresenta histórias sobre as diferentes perspectivas em torno de famílias e até onde esse vínculo leva as pessoas em diferentes situações.

A Amazon Prime Video já divulgou as sinopses e datas dos filmes que estreiam a partir do dia 6 de outubro com “The Lie” dirigido por Veena Sud (The Killing), no elenco Mireille Enos (The Killing), Peter Sarsgaard (A Órfã) e Joey King (Invocação do Mal). E “Black Box” dirigido por Emmanuel Osei-Kuffour Jr. No elenco Mamoudou Athie (Ameaça Profunda), Phylicia Rashad (O Limite da Traição), Amanda Christine (Colony), Tosin Morohunfola (Raio Negro), Charmaine Bingwa e Troy James.

“The Lie” – 6 de Outubro

“Quando sua filha confessa ter matado impulsivamente seu melhor amigo, dois pais desesperados tentam encobrir o crime horrível, levando-os a uma complicada teia de mentiras e engano.”

“Black Box” 6 de Outubro

“Depois de perder sua esposa e sua memória em um acidente de carro, um pai solteiro passa por um agonizante tratamento experimental que o faz questionar quem ele realmente é.”

“Evil Eye” estreia no dia 13 de outubro, dirigido por Elan Dassani e Rajeev Dassani, baseado na premiada produção Audible Original do escritor Madhuri Shekar, “Evil Eye” é estrelado por Sarita Choudhury (Mississippi Masala), Sunita Mani (GLOW), Omar Maskati (Inacreditável) e Bernard White (Silicon Vale). E “Nocturne” escrito e dirigido por Zu Quirke. Estrelado por Sydney Sweeney (Euphoria), Madison Iseman (Annabelle 3), Jacques Colimon (The Society) e Ivan Shaw (Insecure).

“Evil Eye” – 13 de Outubro

“Um romance aparentemente perfeito se transforma em pesadelo quando uma mãe se convence de que o novo namorado de sua filha tem uma ligação sombria com seu próprio passado.”

Nocturne – 13 de outubro

“Dentro dos corredores de uma academia de artes de elite, uma estudante de música tímida começa a ofuscar sua irmã gêmea mais talentosa e extrovertida quando ela descobre um caderno misterioso pertencente a um colega de classe recentemente falecido.”

O que achou dessa novidade? Nós estamos ansiosos e vocês?

Continue Lendo

Trilha do Medo no Facebook

As Melhores Trilhas Sonoras de filmes de Terror

Ouça nossa playlist de filmes de terror / séries no Spotify com um montão de trilhas sonoras:

Invocação do Mal 3 informações, cartazes posteres e trailer

Hype do momento