A religião neopaganismo surgiu no século XIX no Norte da Europa e hoje é praticada também na América do Sul, EUA e Austrália. Existem mais de 3 milhões de praticantes no mundo.

Afinal o que é Necromancia?
Pode se dizer que são chamados assim os rituais de contato com os mortos, de qualquer religião. E talvez de longe é o ritual mais bizarro e nojento que vocês conhecerão.

Preparando o terreno:
O ritual acontece durante a noite em lugares abertos e amplos. Normalmente é sempre uma mulher que guia o ritual, com uma pira acesa, ela desenha um círculo no chão envolta das pessoas que estão acompanhando e de si mesma.

Um pedacinho do meu esquema:
O cliente precisa levar animais para o sacrifício, acessórios, roupas, joias do morto e também…(choque)…um pedaço do cadáver, a mão ou uma perna. Quanto mais fresco o cadáver, melhor o ritual, assim o espírito ainda está próximo do nosso plano.

Assim a sacerdotisa veste os acessórios e as roupas do falecido. Faz-se um cozido com o pedaço do cadáver, porém essa maneira é mais antiquada, hoje em dia um alimento estragado, o próprio sangue do sacrifício já é utilizado no processo.

E depois de uma boia cavernosa, começa as cantorias para invocar o espírito. Isso pode durar horas, eu disse horas, para que a sacerdotisa entre em transe.

Vozes do além:
Quando a sacerdotisa encontra a voz, ela e o espírito conversam apenas em sua mente. Os clientes fazem suas perguntas para ela e a sacerdotisa passa para o espírito e assim é feita a comunicação. Mas nada de perguntas mirabolantes como: “Como ficar rico?” ou “Deus realmente existe?”. Tá mais para: “Como você está?” “Quem matou você?” sobre o próprio defunto.

Nada de rituais: Hoje em dia existem diversos aparelhos tecnológicos que “realizam contato” com o outro lado. Em São Paulo existe o maior centro de estudos assim. O Instituto de Pesquisas Avançadas em Transcomunicação Instrumental, nada de sacrifícios ou médiuns. “Não é magia é tecnologia!”

Veja mais Rituais Macabros, acesse e leia sobre o Boneco Vodu.

Deixe um comentário