Cola na gente

Música

Um Poltergeist de maneira poética no clipe de PVRIS [Sons do Medo]

A Trilha do Medo terá um post especial toda quarta-feira, chamado ‘Sons do Medo’.

Toda semana vamos indicar uma música ou um clipe de gênero. E pra iniciar esse novo especial da Trilha do Medo:

PVRIS – White Noise
Ano: 2015
Gênero: Electropop, Synthpop, Rock alternativo, Pop rock, Post-hardcore

O clipe White Noise tem um tom sobrenatural de uma forma bem sensível. Fica bem claro a presença de um poltergeist que tenta se comunicar com os “investigadores paranormais” com referências ao próprio filme ‘Poltergeist – O Fenômeno’ de 82. A letra ajuda nessa essência, também flertando com o significado de uma pessoa tentando atenção de outra com as seguintes frases:

“Amor, é difícil ser exatamente o que você precisa
Quando tudo que eu falo sai como gritos estáticos
Você pode me ouvir?

Estou observando
Estou à espera
Estou me torturando
Sufocando
Estou respirando
Estou falando
Você pode me ouvir?
Eu estou gritando para você”

Sombrio e poético, não acha? Agora assista ao clipe de PVRIS:

Lyrics:
It’s hard to be what you need through a static screen
Been trying to speak for weeks and weeks
Open my mouth
All that comes out is white noise and incomprehensible sounds
And all you ever do is turn me down

I’m watching
I’m waiting
I’m aching
Suffocating
I’m breathing
I’m speaking
Can you hear me?
I’m screaming for you

Day by day
I’m slowly replaced in your picture frames
A brand new face on your pillowcase
Come the night you dim the lights and close the blinds
But I still see them running down your spine
Cause I illuminate the room
Just enough to watch you

I’m watching
I’m waiting
I’m aching
Suffocating
I’m breathing
I’m speaking
Can you hear me?
I’m screaming for you

Sick of the lack of signal
Sick of the lack of touch
Sick of the static voice
It’s not enough, it’s not enough
Baby it’s hard to be just what you need
When all I speak is static screams
Can you hear me?

I’m watching
I’m waiting
I’m aching
Suffocating
I’m breathing
I’m speaking
Can you hear me?
I’m screaming for you

curiosidades

Clipe “Thriller” Quase Não Foi Lançado – 10 Curiosidades sobre o Álbum de Michael Jackson

Hoje (30/11/20) o álbum “Thriller” de Michael Jackson comemora seus 38 anos e trouxemos algumas curiosidades sobre esse sucesso do mundo da música.

Começando que este é o álbum mais vendido no mundo (com mais de 120 milhões de cópias), produzido por Quincy Jones. “Thriller” levou 8 Grammys em 1984, nas categorias álbum do ano, gravação do ano, melhor performance vocal masculina, melhor arranjo, melhor performance vocal masculina de R&B, melhor canção de R&B, melhor performance masculina de rock e melhor vídeo musical em formato longo.

1 – Michael Jackson não escreveu todas as músicas do álbum, quatro das nove canções do álbum: Wanna Be Startin’ Somethin’, The Girl Is Mine, Beat It e Billie Jean, que tem sua assinatura.

2 – O clipe de “Thriller” quase não foi lançado. Quando as Testemunhas de Jeová descobriram que Michael Jackson estava fazendo um clipe de lobisomem, eles sofreu ameaças de ser excomungado porque isso violaria suas regras sobre ocultismo e então Michael pediu que o filme fosse destruído, mas o diretor e o editor esconderam os filmes até Jackson mudar de ideia.

3 – O álbum teve um relançamento em 2001, que incluía a composição “Someone in the Dark” para a trilha sonora de E.T. — O Extraterreste.

4 – O produtor do álbum, Quincy Jones, não acreditava na faixa “Billie Jean” e não queria que entrasse para o álbum, Jones achava que ela não era forte o suficiente. (ainda bem que não saiu né).

5 – Custando US$ 150 mil (cerca de R$ 313 mil), o clipe de “Beat It” foi dirigido por Bob Giraldi, e o tema da briga entre gangues retornou em um longa-metragem dirigido por Giraldi em 2000, “Uma Receita para a Máfia”.

6 – Jones e Michael não ficaram nada contentes com os resultados das canções do álbum e trabalharam em cima das faixas novamente.

7 – Na faixa P.Y.T. (Pretty Young Thing) as irmãs de Michael, Janet e LaToya, fazem o backing vocals.

8 – Michael havia pensando nos títulos “Starlight” e “Midnight Man” para a faixa-título “Thriller” do álbum.

9 – Os versos de “Thriller” foram declamados por Vincent Price, famoso por diversos filmes e seriados de terror, como por exemplo: “A Casa dos Maus Espíritos” e “O Corvo”.

10 – “Thriller” foi o primeiro clipe a entrar para o Registro Nacional de Filmes, a Biblioteca do Congresso considerou como “significante culturalmente, historicamente e esteticamente” no ano de 2009

Agora é hora de ouvir um “Thriller” e fazer a coreografia na sala de casa!

 

Fonte: Estadão

Continue Lendo

 

Agora voce pode ajudar a trilha do medo

Trilha do Medo no Facebook

Podcast

Hype do momento