Charles Manson está em alta novamente, parece até temporada, passa-se algumas primaveras e novos filmes sobre Manson brotam.

A diretora Mary Harron e a co-escritora do filme, Guinevere Turner que trabalharam no filme ‘Psicopata Americano’, se reuniram para ‘Charlie Says’, um filme centrado principalmente nas três mulheres da “Família Manson” que foram sentenciadas à morte no famoso caso de assassinato de Charles Manson.

Matt Smith (Doctor Who) interpreta Charles Manson, Chace Crawford interpreta o membro da família do Manson, Tex Watson, e Sosie Bacon é Patricia Krenwinkel. Annabeth Gish interpreta Virginia Carlson, diretora do “California Institute for Women”, Suki Waterhouse, Hannah Murray, Odessa Young, Marianne Rendon, Carla Gugino, Kaylie Carter e Merritt Wever. O filme promete apresentar “uma nova perspectiva provocativa sobre um dos crimes mais notórios do século 20”.

“Anos após os assassinatos chocantes que fizeram o nome Charles Manson sinônimo de puro mal, as três mulheres que mataram para ele – Leslie Van Houten (Murray), Patrícia Krenwinkel (Bacon) e Susan Atkins (Rendón) – permanecem sob o feitiço do infame líder do culto (Smith). Confinadas a um bloco de celas isoladas em uma penitenciária da Califórnia, o trio parece destinado a viver o resto de suas vidas sob a ilusão de que seus crimes eram parte de um plano cósmico – até que a estudante de pós-graduação empática Karlene Faith (Wever) se alista para reabilitá-las. Convencida de que as prisioneiras não são os monstros inumanos que o mundo acredita que sejam, Karlene começa o árduo processo de derrubar as barreiras psicológicas erguidas por Manson. Mas as mulheres estão prontas para enfrentar o horror do que fizeram?

O roteiro de Turner é baseado no livro de não ficção de Karlene Faith, ‘The Long Prison Journey’, de Leslie van Houten: Life Beyond The Cult, e no controverso romance de 1971 de Ed Sanders sobre os assassinatos da família Manson, The Family.

Jeremy M. Rosen e Kevin Shulman estão produzindo pela faixa da Roxwell Films, enquanto David Hillary será produtor executivo ao lado de Dana Guerin e Michael Guerin. A produtora IFC adquiriu os direitos dos EUA ao filme, com um lançamento para os cinemas e VOD agendado para o dia 10 de maio de 2019.