Cola na gente

livro

Vitorianas Macabras expõe mulheres ilustres que contribuíram fortemente à literatura

A voz feminina na era vitoriana em treze contos de gelar a espinha, por Charlotte Brontë, Charlotte Riddell, Edith Nesbit e outras autoras sinistras

A Era Vitoriana foi um marco na história da Inglaterra e também no mundo. De um lado, o conservadorismo, a repressão e a subserviência. De outro, as transformações científicas, sociais e tecnológicas. Muito se fala sobre os homens que fizeram história naquela época, mas as mulheres também estavam travando suas próprias batalhas, desafiando convenções em nome da independência e da autonomia.

Para enaltecer as mulheres ilustres que prestaram uma contribuição formidável à literatura — e reparar a injustiça histórica que por séculos reverenciou apenas os homens —, a DarkSide® Books e a Macabra Filmes apresentam a antologia Vitorianas Macabras. Organizada em parceria com Marcia Heloisa — doutora em Literatura Comparada na Universidade Federal Fluminense (UFF), também responsável pela tradução e já conhecida pelos darksiders por seu exímio trabalho com Bram Stoker e Edgar Allan Poe, na linha Medo Clássico —, a antologia apresenta treze histórias escritas por autoras que, assim como nós, foram cativadas pelo medo e por tudo aquilo que é sobrenatural.

Verdadeiramente assustadoras, as histórias desta antologia foram ecoadas em contos e romances publicados nos séculos seguintes, uma proeza e influência que apenas as tramas mais poderosas poderiam conseguir. Aqui, o medo se manifesta de diversas maneiras, todas elas terríveis, impressionantes… e difíceis de esquecer. Não vamos contar todos os segredos, mas aqui vai um gostinho do que está por vir: “A Prece”, de Violet Hunt, é uma espécie de avô de Cemitério Maldito; o perturbador “Onde o Fogo Não se Apaga”, de May Sinclair, reproduz a tensão dos slashers com a profundidade do terror psicológico; “O Conto da Velha Ama”, de Elizabeth Gaskell, e “O Mistério do Elevador”, de Louisa Baldwin, apresentam fantasmas memoráveis; já em “A Janela da Biblioteca”, Margaret Oliphant traz um ensaio melancólico sobre o fantasma da solidão.

“A voz dessas autoras é única, suas vidas são o verdadeiro assombro diante da grandeza de suas obras até então esquecidas”, afirma Christiano Menezes, diretor editorial da DarkSide®. “Há muito tempo eu não era tocada por textos tão poderosos”, completa Marcia Heloisa.

Vitorianas Macabras reúne ainda histórias de Charlotte Brontë, H.D. Everett, Vernon Lee, Rhoda Broughton, Charlotte Riddell, Edith Nesbit, Amelia B. Edwards e Mary Braddon. Essas mulheres, além de serem figuras ilustres do protagonismo feminino, tinham em comum, é claro, o amor pela literatura: passaram a vida escrevendo, transformaram as palavras em seu ofício e tocaram inúmeros leitores com seus escritos. Agora, chegou a sua vez.

curiosidades

Já Se Sentiu Sendo Observado? Temos um Livro pra Você!

Uma história sombria, sinistra e gelada, um verdadeiro tributo aos romances góticos clássicos – ‘O Silêncio da Casa Fria’, o novo lançamento da linha DarkLove.

Quando Elsie perdeu o marido apenas algumas semanas após o casamento, achou que já tinha sofrido o suficiente para uma vida inteira. Praticamente sozinha em uma casa enorme e isolada, ela jamais imaginou que os companheiros silenciosos — painéis de madeira que imitavam pessoas em atividades cotidianas —, um dia, seguiriam seus movimentos com os olhinhos pintados. Muito menos que eles apareceriam por conta própria em cômodos aleatórios…

Você gosta de histórias de fantasma vitorianas? Então ‘O Silêncio da Casa Fria’, de Laura Purcell é o que você precisa! Saiba mais aqui. E compre na pré-venda aqui.

Continue Lendo

antologia

‘Antologia Dark’ Homenageia o Mestre Stephen King com Contos de Terror

Uma homenagem ao Stephen King virou um livro – ‘Antologia Dark‘ é a novidade da Darkside Books.

Com mais de sessenta livros, 50 prêmios, Stephen King está no Guinness Book como o autor vivo com o maior número de adaptações para o cinema. ‘Antologia Dark’ é o primeiro volume de uma coleção que vai homenagear grandes mestres da literatura dark. Organizado por Cesar Bravo (VHS: Verdadeiras Histórias de Sangue e Ultra Carnem).

Uma coletânea com histórias inspiradas nos grandes clássicos de King como Cemitério Maldito, O Iluminado, A Dança da Morte, Carrie: A Estranha, A Torre Negra e muitos outros.

Autores que participaram desta homenagem Cláudia Lemes, Vitor Abdala, Cesar Bravo, Ferréz, Carol Chiovatto, Everaldo Rodrigues, Marco de Castro, Ilana Casoy, Fernando Toste, Alexandre Callari, Antonio Tibau, André Pereira, Soraya Abuchaim e Andrea Killmore (Ilana Casoy e Raphael Montes). Ilustrações do brasileiro Hokama Souza (Medo Clássico: Edgar Allan Poe Volume 2).

Saiba mais acessando o Darkblog. E você já pode adquirir o livro na pré-venda.

Continue Lendo

curiosidades

‘Vida de Gato’ é a nova aposta da Darkside Books

Este novo lançamento da Darkside Books é realmente uma fraqueza para muitas pessoas.

Serge Baeken é o quadrinista e ilustrador responsável por ‘Vida de Gato’. Nesta Graphic Novel ele mostra o quão inteligentes, ágeis e companheiros os gatos podem ser – Baeken já dividiu muitos momentos ao lado de seus bichanos, e tudo começou com Mascavo, que viveu respeitáveis 18 anos ao lado de seu dono. Sempre aprontando muito, é claro.

Em ‘Vida de Gato’ o leitor vai conhecer o mundo visto a partir da perspectiva dos felinos. Mais especificamente, dos felinos que passaram por sua vida — e deixaram uma marca eterna em seu coração.

Há muitas histórias para conhecer neste quadrinho. Amizades que vêm e vão, mudanças para lugares distantes, a beleza da independência dos bichanos, o aconchego de um cotidiano cheio de travessuras, ronronadas e miados. 

Saiba mais sobre este lançamento aqui.

Continue Lendo
Advertisement

Hype do momento