Cola na gente

livro

Vitorianas Macabras expõe mulheres ilustres que contribuíram fortemente à literatura

A voz feminina na era vitoriana em treze contos de gelar a espinha, por Charlotte Brontë, Charlotte Riddell, Edith Nesbit e outras autoras sinistras

A Era Vitoriana foi um marco na história da Inglaterra e também no mundo. De um lado, o conservadorismo, a repressão e a subserviência. De outro, as transformações científicas, sociais e tecnológicas. Muito se fala sobre os homens que fizeram história naquela época, mas as mulheres também estavam travando suas próprias batalhas, desafiando convenções em nome da independência e da autonomia.

Para enaltecer as mulheres ilustres que prestaram uma contribuição formidável à literatura — e reparar a injustiça histórica que por séculos reverenciou apenas os homens —, a DarkSide® Books e a Macabra Filmes apresentam a antologia Vitorianas Macabras. Organizada em parceria com Marcia Heloisa — doutora em Literatura Comparada na Universidade Federal Fluminense (UFF), também responsável pela tradução e já conhecida pelos darksiders por seu exímio trabalho com Bram Stoker e Edgar Allan Poe, na linha Medo Clássico —, a antologia apresenta treze histórias escritas por autoras que, assim como nós, foram cativadas pelo medo e por tudo aquilo que é sobrenatural.

Verdadeiramente assustadoras, as histórias desta antologia foram ecoadas em contos e romances publicados nos séculos seguintes, uma proeza e influência que apenas as tramas mais poderosas poderiam conseguir. Aqui, o medo se manifesta de diversas maneiras, todas elas terríveis, impressionantes… e difíceis de esquecer. Não vamos contar todos os segredos, mas aqui vai um gostinho do que está por vir: “A Prece”, de Violet Hunt, é uma espécie de avô de Cemitério Maldito; o perturbador “Onde o Fogo Não se Apaga”, de May Sinclair, reproduz a tensão dos slashers com a profundidade do terror psicológico; “O Conto da Velha Ama”, de Elizabeth Gaskell, e “O Mistério do Elevador”, de Louisa Baldwin, apresentam fantasmas memoráveis; já em “A Janela da Biblioteca”, Margaret Oliphant traz um ensaio melancólico sobre o fantasma da solidão.

“A voz dessas autoras é única, suas vidas são o verdadeiro assombro diante da grandeza de suas obras até então esquecidas”, afirma Christiano Menezes, diretor editorial da DarkSide®. “Há muito tempo eu não era tocada por textos tão poderosos”, completa Marcia Heloisa.

Vitorianas Macabras reúne ainda histórias de Charlotte Brontë, H.D. Everett, Vernon Lee, Rhoda Broughton, Charlotte Riddell, Edith Nesbit, Amelia B. Edwards e Mary Braddon. Essas mulheres, além de serem figuras ilustres do protagonismo feminino, tinham em comum, é claro, o amor pela literatura: passaram a vida escrevendo, transformaram as palavras em seu ofício e tocaram inúmeros leitores com seus escritos. Agora, chegou a sua vez.

Advertisement
Clique para comentar

livro

Livro com Novos Contos de Terror de Stephen King já está disponível!

Mais um livro do mestre King está disponível nas lojas e você pode comprar agora! “Com Sangue” reúne quatro contos inéditos que exploram protagonistas inteligentes e complexos, que têm sua vida comum transformada por algum elemento inexplicável.

“Claro que King ainda é o melhor quando falamos de terror, mas nesta coletânea o leitor se verá envolvido em quatro histórias sobre nossos maiores sonhos e vulnerabilidades.” ― USA Today

“King continua produzindo histórias ricas e variadas, e seu trabalho permanece profundamente sensível e envolvente.” ― The Washington Post

“Stephen King obviamente ama seus personagens, e o cuidado com que ele desenvolve suas personalidades atrai o leitor para experiências perturbadoras.” ― Publishers Weekly

O perfil @stephenking_br organizou uma Leitura Coletiva que tem início no próximo dia 7 de setembro e acontece até o dia 2 de outubro. Compre “Com Sangue” clicando aqui e participe da Leitura Coletiva.

Continue Lendo

baseado em livro

Leitura Coletiva – O Mal Nosso de Cada Dia | Vamos Ler Juntos?

Bora ler juntos novamente? Mais uma Leitura Coletiva com a Trilha do Medo, e dessa vez vamos de “O Mal Nosso de Cada Dia” do autor Donald Ray Pollock, um dos lançamentos mais recentes da Darkside Books. A Leitura será um esquenta para aproveitarmos o lançamento da adaptação cinematográfica que estreia na Netflix no dia 16 de setembro com o título “O Diabo de Cada Dia”.

Veja crítica do filme e comparações com o livro:

A Leitura Coletiva começa no próximo dia 31 de Agosto e vai até dia 12 de Setembro. Teremos 10 dias de leitura, 30 páginas por dia e mais 2 dias de debates com chamadas de vídeo em grupo. Isso tudo com a presença de Analu Tortella do canal “Terror de Quinta” . Vai ser incrível.

Pra você participar é fácil, preencha o formulário abaixo, siga os perfis @trilhadomedo @terrordequinta_ e @darksidebooks para ficar por dentro das atualizações durante a leitura e participe dos debates em vídeo, pelo link que você receberá por e-mail:

Vamos ler juntos?

Continue Lendo

Trilha do Medo no Facebook

As Melhores Trilhas Sonoras de filmes de Terror

Ouça nossa playlist de filmes de terror / séries no Spotify com um montão de trilhas sonoras:

Hype do momento