Cola na gente

Cinema

Endzeit | Em um mundo devastado duas garotas precisam lutar para sobreviver contra zumbis

O segundo longa da suéca Carolina Hellsgård acompanha duas garotas lutando por suas vidas em um mundo pós-apocalíptico tomado por zumbis. Endzeit (em inglês Ever After) – em tradução literal “últimos Dias” – terá sua estréia mundial na seção Discovery do próximo Festival Internacional de Cinema de Toronto.

No filme, “Dois anos depois de uma epidemia viral de zumbis ter deixado apenas duas cidades alemãs sem infecção, Vivi (Gro Swantje Kohlhof), de 22 anos, e Eva (Maja Lehrer), de 26 anos, fogem da cidade de Weimar e pegam um trem para um suposto porto seguro, Jena. Infelizmente, o trem inesperadamente para no meio da viagem, deixando Vivi e Eva relutantemente forjando um vínculo enquanto elas fazem o seu caminho através de uma bela floresta, mas uma horda de zumbis em direção à Turíngia (“o coração verde da Alemanha”), pode impedir que as duas se salvem.”

“Endzeit é um filme maximalista sobre a amizade feminina ambientado em um apocalipse alemão”, diz a diretora Hellsgård. “Representa a amizade de duas jovens mulheres, que são forçadas a se emancipar para sobreviver. No final, surge um tipo de amor, não apenas uma pela outra, mas também pela natureza fantástica que as rodeia”.

Cinema

“Skull: A Máscara de Anhangá” chega às telas brasileiras com exibição na TV e plataformas digitais.

No próximo fim de semana o filme “Skull: A Máscara de Anhangá” chega às telas brasileiras com exibição no Canal Brasil e estreia nacional em plataformas digitais.

O filme estreia no dia 28 de Outubro em plataformas digitais e no Canal Brasil compondo o Cineterror em 30 de Outubro à 1h10. Lançado nos EUA como “A Shudder Original”, foi distribuído em mais de 10 países e destaque na mídia internacional.

O slasher místico foi destaque em diversas mídias, como o The Guardian que o considerou como “Um masterclass em carnificina”, o site Gizmodo chamou o filme de “Um prazer para os fãs de filmes Splatter”, a revista Variety o classificou como um “Mergulhado no Gore”, The Wall Street Journal o citou como “Um filme Splatter sem limites”, e a revista Fangoria alertou “Skull: A Máscara de Anhangá é NSFW AF”.

Sinopse: Após décadas desaparecido, um artefato místico conhecido como “A Máscara de Anhangá” ressurge na metrópole de São Paulo. A máscara possui o imenso poder de encarnar uma entidade milenar. A policial Beatriz Obdias e o herdeiro da guarda do artefato, Manco Ramirez são arrastados para o rastro de terror e sangue deixado pela Máscara.

Direção e roteiro de Armando Fonseca e Kapel Furman. Estrelando Natallia Rodrigues, Ricardo Gelli, Ivo Müller e Wilton Andrade. O longa ganhou diversos prêmios, dentre eles o de Melhor Atriz e Melhor Direção de Arte no Festival de Cinema de Caruaru, e Melhor Direção e Melhores Efeitos Especiais pela ACCRJ no Festival Rio Fantastik, além de ser nomeado para Melhores Efeitos Gore pelo prestigiado festival Fright Fest (Reino Unido).

Ricardo Gelli em Skull A Máscara de Anhangá poster tdm
Ricardo Gelli em Skull A Máscara de Anhangá imagens tdm

Skull A Máscara de Anhangá imagens tdm

“Skull: A Máscara de Anhangá” chega às telas brasileiras com exibição na TV e plataformas digitais.

Natallia Rodrigues em Skull A Máscara de Anhangá imagens tdm

Continue Lendo

 

Agora voce pode ajudar a trilha do medo

Trilha do Medo no Facebook

Podcast

Hype do momento